» mais
Comentar           Imprimir
Polícias
Sexta, 19 de julho de 2019, 14h11

Politec identifica segunda ossada de mulher que estava desaparecida


A Coordenadoria de Perícias em Biologia Molecular, da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), obteve o resultado da identificação genética de Talissa de Oliveira Ormond. Os restos mortais da vítima foram localizados enterrados em frente a uma residência no bairro Nova Conquista, em Cuiabá, no dia 15 de maio.
 

pjc

O perfil genético foi extraído do fêmur da ossada e obtido após várias repetições no processo, devido a degradação da amostra. O material foi comparado com o da mãe e do pai da vítima.

Ela foi encontrada a três metros de profundidade, após a realização de uma escavação com uma retroescavadeira, no mesmo local onde havia sido localizada a ossada de Benildes Batista de Almeida. As duas mulheres estavam desaparecidas há seis anos.

As buscas e retirada das ossadas foram feitas pelo Grupo de Atuação em Perícias Especiais (GAPE) da Politec. De acordo com os profissionais, os corpos foram ocultados dentro de uma fossa séptica que havia sido construída pelo suspeito do crime.

Adilson Pinto Da Fonseca, de 48 anos, acusado de matar duas mulheres com quem mateve relacionamento, fazia declarações de amor através das redes sociais para uma das vítimas identificada como Benildes Batista de Almeida, de 39 anos.
 

Benildes e Talissa (dir)


 

 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114