» mais
Polícias
Quinta, 22 de julho de 2010, 19h25
Sua vez!

Caçadores de onças são multados em R$ 55 mil pelo Ibama


Campo Grande - Oito dos dez presos em flagrante na operação Jaguar realizada pelo Ibama MS em conjunto com a Polícia Federal foram multados pela instituição pela prática de caça ilegal de animais silvestres ameaçados de extinção. As multas, que somam 55 mil reais foram lavradas por Gilberto Alves da Costa, chefe do escritório regional do Ibama de Corumbá em Mato Grosso do Sul e Ademir Ribeiro, da fiscalização do Ibama que participaram diretamente das operações que resultaram na prisão da quadrilha que organizava safáris para estrangeiros, de caça e matança de onças no Pantanal de Mato Grosso do Sul, de Mato Grosso e sul da Amazônia.

Três presos, incluindo o chefe da quadrilha Eliseu Augusto Sicoli, responsáveis pela organização dos safáris foram multados em 10 mil reais cada um e os 5 estrangeiros: quatro Argentinos e um Paraguaio foram multados em 5 mil reais cada um.

Segundo Gilberto Alves, as multas dizem respeito apenas aos presos pegos em flagrante numa fazenda no município de Sinop no Estado de Mato Grosso anteontem pela manhã. Outras multas e penalidades administrativas poderão ser impostas pelo Ibama à quadrilha, no desenrolar das investigações e de novas prisões que já estão com mandados expedidos, dentre elas a do "Tonho da Onça" que está foragido e é considerado um dos maiores caçadores de onças do país.

Gilberto explica que as multas foram aplicadas com base nos materiais encontrados com a quadrilha no ato do flagrante. E foram em dobro para os organizadores dos safáris por se tratar de matança de animais ameaçados de extinção como é o caso da onça pintada.

De acordo com David Lourenço, Superintendente do Ibama em Mato Grosso do Sul,  a sociedade sul-matogrossense não admite mais a matança indiscriminada de animais silvestres


Caçadores de onça presos pelo Ibama.

. Ele afirma ainda que além da proibição de caça desses animais estar contemplada na própria Lei de Crimes Ambientais, há a ameaça à biodiversidade do biomas Pantanal e Amazônico em que se davam os safáris, por se tratar do abate de animais em risco de extinção.


     Comentar           Imprimir

14/05/11, 16:57
tibúrcio disse:

Multados em 55 mil ? pbrincadeira. Isso é caso pra 20 anos de cadeia e multa de 300 mil reais.


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114