» mais
Comentar           Imprimir
Polícias
Sexta, 06 de agosto de 2010, 10h57
Operação Dublê

Quadrilha desarticulada pelo GAECO com apoio da PRF, PM e PJC


A operação 'Dublê' realizada, quinta-feira (05/08), pelo Ministério Público Estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), com o apoio das Polícias Rodoviária Federal (PRF), Militar (PM) e Civil, desarticulou uma quadrilha especializada no roubo de carretas , adulteração de sinais identificadores de veículos, receptação qualificada e lavagem de dinheiro. Calcula-se que os prejuízos causados pela organização criminosa estejam em torno de R$ 80 milhões.

O balanço final da operação incluiu a apreensão de sete carretas, documentos e vários computadores, além da prisão de três integrantes do grupo. A quadrilha, conforme denúncia criminal oferecida pelo Gaeco, é composta por 14 pessoas. São elas: Francisco Alcides Lopes Farias, o 'Paraíba'; Loidemar Silva Landefeldt, o 'Nico'; Naria Núbia de Souza Landefeldt; Salvador Ferreira de Jesus Júnior; Miguel Arcângelo Ferreira de Jesus; Marcelo Costa; Rudimar Silva Landfeldt; Joaquim de Jesus Ferreira; Reginei Luiz de Paulo; Ronaldo Medrado; Norisvaldo Belém de Amorim; Roberto Lucas Portilho; Marisa Felix de Lima e Luciano Aparecido Portilho.

Embora o Ministério Público tenha pedido a prisão de todos os denunciados, apenas quatro prisões preventivas foram decretadas. Já estão presos em Cuiabá, o chefe da quadrilha de ladrões, Francisco Alcides Lopes Farias; o chefe da quadrilha de receptadores, Loidemar Silva Landefeldt e dois de seus auxiliares diretos , Salvador Ferreira de Jesus Júnior e Miguel Arcângelo Ferreira de Jesus.

De acordo com o coordenador do GAECO, procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado, a quadrilha era bastante organizada e já atuava no Estado há mais de 13 anos. Existem, inclusive, suspeitas da participação ativa de um dos líderes da organização criminosa PCC. Além de Cuiabá, foram cumpridos mandados de apreensão nos municípios de Rondonópolis, Jaciara, Paranatinga e Nova Ubiratã, além de cidades do Estado de Goiás e outros da Federação.

A quadrilha, conforme o Ministério Público, estabelecia divisões de atribuições. O líder do grupo, Loidemar Silva Landefeldt, juntamente com a sua esposa, Naria Landefeldt, administrava os negócios ilícitos de forma empresarial, por meio do estabelecimento comercial 'Buriti Transportes', no município de Rondonópolis. Seus colaboradores diretos, responsáveis em receber os caminhões roubados e em fazer os primeiros serviços de adulteração de chassi ou retiradas de peças, eram Salvador Ferreira de Jesus Júnior, Miguel Arcangelo Ferreira de Jesus, Marcelo Costa e Rudimar Silva Landfeldt.

O fornecimento das plaquetas e selos para alteração dos sinais identificadores das cabines e de outros componentes dos veículos, segundo o GAECO, ficava a cargo de Roberto Lucas Portilho, de sua esposa Marisa Felix de Lima e de Luciano Portilho. O perito das adulterações e responsável em corromper funcionários públicos para assegurar a continuidade das atividades ilícitas era Joaquim de Jesus Ferreira. Há os que davam retaguarda e outros que eram prestadores de serviços para o bando, aderindo conscientemente à prática dos crimes.

“Há indícios veementes da infiltração do bando no meio policial e na corrupção de funcionários públicos. A Corregedoria da Polícia Civil de Rondonópolis acompanhou a operação e daremos continuidade às investigações para identificarmos essas participações”, destacou o promotor de Justiça, Arnaldo Justino da Silva.

'MODUS OPERANDI': A quadrilha, conforme apurado pelo GAECO, adquiria caminhões roubados e outros sinistrados com as mesmas características para adulteração e montagem para posterior venda. Estima-se que, para cada veículo, a quadrilha gastava em torno de R$ 70 mil para adequá-lo, vendendo-o em seguida por aproximadamente R$ 170 mil.

Para não levantar suspeitas, a organização criminosa alugava fazendas para promover as adequações necessárias nos veículos roubados


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114