» mais
Comentar           Imprimir
Mundo
Domingo, 28 de janeiro de 2018, 12h17

Com OMS, Nigéria vacinará 25 milhões de pessoas contra febre amarela


Com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Nigéria deu início na quinta-feira (25) a uma campanha de vacinação em massa para evitar a propagação da febre amarela. Mais de 25 milhões de pessoas serão imunizadas ao longo de 2018. Esta é a maior campanha de imunização contra a doença da história do país.

O plano de vacinação faz parte dos esforços para acabar com a epidemia global de febre amarela até 2026. A campanha preventiva usará vacinas financiadas pela Aliança Global para Vacinas e Imunização (GAVI) e terá o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNCIEF).

A iniciativa começou hoje nos estados de Kogi, Kwara e Zamfara. A próxima região visada será o estado de Borno, onde a campanha se concentrará em acampamentos para pessoas internamente deslocadas e comunidades de acolhimento. Nos próximos dias, mais de 8,6 milhões de pessoas serão vacinadas nessas quatro localidades.

“O objetivo da campanha preventiva de vacinação é reduzir a transmissão da doença alcançando uma cobertura de 90% nos estados e áreas de governo local, de acordo com a estratégia para a Eliminação das Epidemias de Febre Amarela até 2026”, explica o diretor-executivo da Agência Nacional de Desenvolvimento da Saúde Primária, Faisal Shuaib.

A febre amarela é uma doença hemorrágica viral aguda, transmitida por mosquitos infectados e evitável por meio da vacina. O atual surto de febre amarela na Nigéria começou em setembro de 2017 na área de Ifelodun, no estado de Kwara, oeste do país. No início de janeiro de 2018, foram notificados 358 casos suspeitos em 16 estados, além de 45 mortes.

No final do ano passado, a Nigéria vacinou mais de 3 milhões de pessoas em uma campanha inicial de emergência. No entanto, o vírus da febre amarela continuou circulando em diferentes partes do país, onde as pessoas permanecem, em grande medida, desprotegidas.

A OMS auxiliará a nação africana por meio da formação de milhares de profissionais de saúde, que receberão instruções sobre como administrar a vacina. A agência da ONU também ajudará o país a rastrear casos de febre amarela, além de fornecer coordenação e suporte logísticos para a implementação da campanha de imunização.

“Com uma única dose da vacina, um indivíduo está protegido para a vida inteira contra a febre amarela”, diz Wondimagegnehu Alemu, representante da OMS na Nigéria. “Este é um empreendimento imenso que levou semanas de planejamento. Quase 3 mil equipes de vacinação estão sendo mobilizadas nos quatro estados participantes da campanha.”

Como uma zoonose — qualquer doença ou infecção naturalmente transmissível de animais para seres humanos —, a febre amarela não pode ser erradicada, mas as epidemias podem ser eliminadas se os níveis de imunidade da população forem efetivamente aumentados por meio da vacinação e mantidos pela imunização infantil de rotina. Uma segunda fase da campanha na Nigéria deve começar posteriormente em 2018, a fim de consolidar e fortalecer a proteção da população do país.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114