Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Mundo
Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 14h12

Portugal registra temperaturas negativas em uma semana de muito frio


O território continental português começou essa semana com uma grande onda de frio. A previsão é que as temperaturas caiam no país ao longo dos próximos dias, chegando a marcar 7º C negativos no interior. A Câmara de Lisboa lançou um plano de contingência para ajudar pessoas desabrigadas.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), as fortes rajadas de vento vão agravar a sensação térmica e neve vai cair nas terras altas (regiões acima dos 600/800 metros de altitude), onde o vento pode atingir 70 km/h. O órgão alerta ainda para a formação de gelo ou geada, principalmente no norte e no centro do país.

Todos os distritos de Portugal (exceto o arquipélago dos Açores) estão a partir de hoje (5) sob aviso amarelo devido às baixas temperaturas. O aviso amarelo alerta para situação de risco em determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

"Uma vasta região anticiclônica, localizada na região dos Açores e uma depressão sobre a Península Ibérica, vão continuar a dar origem ao transporte de uma massa de ar muito frio e seco sobre o território do continente ao longo da próxima semana", afirmou o IPMA, em comunicado.

Locais mais frios

Os distritos de Bragança e Guarda serão os que deverão registrar as temperaturas mais frias em Portugal, sendo esperado que os termômetros registrem mínimas de -3º C. Em relação às máximas, os termômetros não deverão ultrapassar os 5º C nos distritos da Guarda e os 8º C em Bragança e Viseu.

Já Lisboa e Porto terão hoje máximas de 12º C, embora a mínima seja de 1ºC no Porto e 5º C na capital. Em Lisboa, a temperatura mínima cai ao longo da semana, sendo previsto 4º C para terça-feira e 3º C para quarta-feira. As máximas ficarão entre os 11 e 12 º C.

As temperaturas muito baixas levaram a Câmara de Lisboa a acionar um plano de contingência para a população sem-abrigo. As estações de metrô do Rossio, Saldanha, Oriente e Intendente estarão abertas durante a noite, a partir de hoje, às 19h (horário local), para receber pessoas desabrigadas.
O Pavilhão Municipal Manuel Castelo Branco, localizado na freguesia de São Vicente, também estará aberto para proporcionar aos sem-abrigo espaços de higiene, comida e agasalhos.

No Porto, a Câmara avalia hoje a possibilidade de acionar o plano de contingência para os que dormem na rua, o que inclui, tal como em Lisboa, a abertura de estações de metrô e o fornecimento de agasalhos e comidas quentes.

O plano de contingência da Câmara de Lisboa em relação ao frio é ativado sempre que se verifiquem temperaturas mínimas de 3º C ou menos por dois dias consecutivos, mas os critérios podem ser alterados de acordo com a sensação térmica registrada.

De acordo com informações do site da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo, sempre que a temperatura baixar para patamares de desconforto, ou até de algum risco de saúde, o município irá fazer um reforço "seja em nível dos centros de abrigo, seja das equipes de rua, reforçando a sua presença junto à população sem-abrigo, ou abrindo as portas (de estações) do metrô para que as pessoas possam pernoitar nesses espaços com algum conforto térmico".

ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114