» mais
Comentar           Imprimir
Mundo
Segunda, 09 de abril de 2018, 22h32

Em anúncio, jornais dizem a Zuckerberg que Facebook deve dar prioridade e apoio ao jornalismo


.

O fundador e CEO do Facebook estará em Washington, D.C., na terça-feira (10) e quarta-feira (11) para testemunhar perante ao Congresso norte-americano sobre o uso ilegal de dados dos usuários da rede social para manipulação eleitoral, discurso de ódio e propagação de notícias falsas. Pela importância histórica deste momento em que diferentes países exigem respostas e responsabilidade por parte do Facebook, a News Media Alliance (NMA), instituição resultante da Newspaper Association of America (NAA) e que reúne mais de 2 mil veículos de imprensa dos Estados Unidos e do Canadá, além do gigante de mídia alemão Axel Springer, produziu um anúncio com uma mensagem ao bilionário do Vale do Silício, exigindo valorização e apoio ao jornalismo, dentro da campanha “Support Real News”.

Em comunicado, a NMA lembra que, como principal fonte de notícias, o Facebook tem a obrigação não apenas de ser transparente sobre suas práticas de compartilhamento de dados e uso, mas também de garantir que seus usuários tenham acesso a noticiário verdadeiro e de alta qualidade. “O Facebook se beneficia muito ao ter esse conteúdo de notícias de qualidade em suas plataformas, que usa para atrair dólares de anúncios digitais. É hora de reconhecer isso e responder priorizando notícias de qualidade, produzidas por jornalistas, em seus algoritmos e no feed de notícias”, diz a NMA.

A entidade afirma que as fake news espalhadas no Facebook são “um flagelo” que coloca a sociedade civil em risco. “Como principal distribuidor de notícias falsas, o Facebook tem a responsabilidade central de resolver o problema”, afirma a aliança. A NMA tabém enfatiza que a rede social deve “compartilhar mais de sua vasta receita de publicidade com os publishers de notícias locais que fornecem informações de qualidade sobre suas comunidades”.

“Foi meu erro”

Nesta segunda-feira (9), foi divulgado o depoimento que Zuckerberg deverá ler ao Comitê de Energia e Comércio da Câmara na próxima quarta-feira. O empresário pedirá desculpas por ter falhado em proteger os dados dos usuários e por ter permitido a difusão de notícias falsas e manipulação. “Está claro agora que não fizemos o suficiente para evitar que essas ferramentas fossem usadas para causar danos”, afirmará. “Não tivemos uma visão ampla sobre nossas responsabilidades, e esse foi um grande erro. Foi meu erro, e eu peço desculpas.”

 ANJ


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114