» mais
Comentar           Imprimir
Mundo
Quinta, 10 de maio de 2018, 11h07

Americanos liberados pela Coreia do Norte são recebidos por Trump


Três cidadãos norte-americanos que foram liberados pela Coreia do Norte, chegaram na madrugada de hoje (10) aos Estados Unidos. Eles estavam acompanhados pelo secretário de estado, Mike Pompeo. Os ex-prisioneiros do governo norte-coreano foram recepcionados na chegada, pelo presidente Donald Trump, a primeira dama, Melania Trump, e o vice-presidente, no aeroporto, na porta do avião.

A aeronave aterrissou na base de Andrews, um aeroporto militar, em Maryland, Virginia. Kim Hak-song, Kim Sang-duk e Kim Dong-chul foram libertados na quarta-feira (9). A soltura aconteceu, após uma reunião entre Pompeo e o líder norte-coreano Kim Jong-Un.

De acordo com informações da agência de notícias estatal, norte-coreana KCNA, Kim acatou um pedido de liberação dos Estados Unidos. Em março, Trump já havia falado que a liberação de prisioneiros norte-americanos em poder de Pyongyang seriam um elemento importante para um eventual acordo durantre encontro bilateral entre os dois países.

Os ex-prisioneiros divulgaram um comunicado em que agradeceram ao governo norte-americano.

"Gostaríamos de expressar nosso profundo apreço ao governo dos Estados Unidos, ao presidente Trump, ao secretário Pompeo, e ao povo dos Estados Unidos por nos trazerem para casa. Agradecemos a Deus, e a todos os nossos familiares e amigos que rezaram por nós".

Os três cidadãos norte-americanos eram acusados por Pyongyang de "ações antiestatais". Um deles havia sido preso em 2015, outros dois, em 2017 e um em 2015. Ambos foram mantidos em "campos de trabalho" até abril.

Em 2016, o estudante norte-americano, Otto Warmbier, de 22 anos, foi liberado pela Coreia do Norte, em estado de coma, o que causou bastante comoção interna nos Estados Unidos. Segundo a imprensa norte-americana, a família do rapaz decidiu processar a Coreia do Norte, sob acusações de tortura e assassinato.

ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114