» mais
Comentar           Imprimir
Mundo
Sábado, 30 de junho de 2018, 16h47

Um terço dos norte-americanos compartilha conteúdo classificado como duvidoso, diz estudo


Nova pesquisa realizada pela Knight Foundation e Gallup revela que a classificação de conteúdo digital ajuda os norte-americanos a distinguir a informação confiável, como as produzidas pelas empresas jornalísticas, das notícias falsas. No entanto, o estudo revela que, mesmo cientes que determinado conteúdo pode ser fraudulento, 34% dos pesquisados disseram que compartilhariam pelo menos uma das informações possivelmente falsas.

Esse comportamento é preocupante, diz o estudo. Isso porque se trata de proporção significativamente maior do que a encontrada em pesquisas anteriores, que mostraram que 23% dos adultos dos Estados Unidos disseram ter compartilhado uma notícia falsa (com ou sem conhecimento). “Nossos resultados podem sugerir que o comportamento de compartilhar desinformação é mais difundido do que o relatado anteriormente”, afirmam os pesquisadores.

O estudo, feito com 2.010 adultos norte-americanos em abril deste ano, sugere que “o uso de uma ferramenta online para indicar a confiabilidade da organização aumenta o ceticismo saudável quando os indivíduos consomem notícias online”. O sistema aplicado pelo estudo foi o NewsGuard, iniciativa lançada em março por Steve Brill que classifica conteúdos por cores (verde para os confiáveis e vermelho, no caso das informações duvidosas – não necessariamente falsas, na pesquisa).

A ferramenta de classificação de fonte de notícias funcionou como pretendido, diz a pesquisa. Houve maior percepção quanto à veracidade dos conteúdos marcados em verde. O mesmo ocorreu com títulos assinalados com a cor vermelha, com os participantes indicando estarem menos propensos a ler, curtir ou compartilhar esse tipo de informação. Quando os participantes identificavam corretamente que jornalistas experientes haviam criado determinado conteúdo marcado na cor verde, a confiança na informação revelou ser maior do que nas situações em que os entrevistados disseram desconhecer a fonte.

ANJ


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114