» mais
Comentar           Imprimir
Esporte
Quinta, 18 de maio de 2017, 15h09

Campeonato Brasileiro de Paraquedismo das Forças Armadas começa domingo (21)


Entre os dias 21 e 26 de maio, equipes de atletas de Salto Livre da Marinha, do Exército e da Aeronáutica disputarão a 27ª edição do Campeonato Brasileiro de Paraquedismo das Forças Armadas, na cidade de Boituva, em São Paulo.

A cerimônia de abertura acontecerá às 18h do dia 21 de maio e todo o campeonato será aberto ao público com entrada gratuita. De acordo com informações do Ministério da Defesa, a competição é seletiva para garantir vaga brasileira no 41º Campeonato Mundial Militar de Paraquedismo do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM), que acontecerá em julho na cidade de Warendorf, na Alemanha.

“O paraquedismo é uma das modalidades desportivas que mais se aproximam das atividades operacionais, o que, por si só, já lhe confere grande valor. Realizaremos esta competição em um ambiente de sadia disputa e grande camaradagem, onde, ao final, o único grande vencedor será o Brasil, com suas equipes desportivas militares ainda mais preparadas e irmanadas”, explica o brigadeiro Ricardo Machado, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto.

O campeonato brasileiro é coordenado pela Comissão Desportiva Militar do Brasil do Ministério da Defesa e reunirá cerca de 90 militares no Centro Nacional de Paraquedismo. No local, serão disputadas as provas de Formação em Queda Livre (FQL), Estilo e Precisão de Aterragem.

Modalidades

Na modalidade de FQL, paraquedistas saltam de uma altura de quase quatro mil metros e precisam formar, em 35 segundos, o maior número de figuras previamente selecionadas pela organização.

O atleta chega a atingir uma velocidade de quase 200 km por hora. Já na Precisão, a equipe deixa a aeronave a uma altura de 1.200 metros. O objetivo é atingir, individualmente, com um dos calcanhares, um alvo no solo de apenas dois centímetros de diâmetro.

Nos 5º Jogos Mundiais Militares (Rio 2011), a equipe masculina brasileira foi a quinta melhor do mundo e a equipe feminina terminou na 3ª posição. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114