» mais
Comentar           Imprimir
Esporte
Quarta, 13 de dezembro de 2017, 10h56

Abertura do 49º Campeonato Mundial Militar de Natação reúne atletas de 12 países


.

Com a participação de 131 atletas de 12 países foi realizada, na tarde de segunda-feira (11), a abertura do 49º Campeonato Mundial Militar de Natação. A competição, sediada nas instalações construídas para os Jogos Olímpicos Rio 2016, na Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), no Rio de Janeiro (RJ), será disputada até o dia 15.

O presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil e diretor do Departamento de Desporto Militar (DDM), do Ministério da Defesa (MD), almirante Paulo Martino Zuccaro, falou sobre o desafio de sediar uma competição mundial. “A realização desta significativa competição esportiva internacional somente está sendo possível mediante a colaboração de pessoas e instituições que, reconhecendo a relevância do evento que dentro de instantes será iniciado, aportaram suas decisivas contribuições para sua materialização, no nível que corresponde à altíssima qualidade das doze delegações que, neste momento, se perfilam à nossa frente”, disse o almirante durante a abertura do evento.

“Hoje e no decorrer desta semana, mais de cento e trinta e um atletas de doze nações participarão desse evento esportivo, mostrando o notório espírito de amizade e solidariedade que conecta todos os países membros do CISM”, disse o coronel Walter Van Velthoven, representante oficial do Conselho Internacional do Esporte Militar. Ele reafirmou a importância do evento para desenvolver o espírito de amizade através do esporte, lema do Conselho, uma das maiores organizações multidisciplinares do mundo.

A cerimônia de abertura da competição contou ainda com o secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, brigadeiro Ricardo Machado; o chefe do Estado-Maior do Comando de Operações Navais, almirante Roberto Godim Carneiro da Cunha; o comandante da Universidade da Força Aérea, brigadeiro José Isaías Augusto de Carvalho Neto; e o presidente da Comissão de Desportos da Aeronáutica, brigadeiro José Jorge de Medeiros Garcia.

O Campeonato

O mundial militar no Brasil move toda uma cadeia de competências em torno do atleta militar e faz parte de um planejamento estratégico que teve início imediatamente após os Jogos Rio 2016.

“Então não é apenas a questão do atleta militar em si, mas de toda a estrutura que o envolve. Ao sediarmos um determinado campeonato no Brasil, nós temos a oportunidade de exercitar todas essas competências. Quando nós vamos para os jogos mundiais militares, nós não levamos apenas os atletas militares, eles tem que ser acompanhados dos seus técnicos, temos que levar um determinado número de árbitros, até porque se não levarmos acabamos ficando em desvantagem nesse seguimento específico da competição”, explicou o almirante Zuccaro.

Foram convocados 20 atletas para a equipe do Brasil, 14 são olímpicos. As competições são abertas ao público. Os jogos da etapa classificatória serão disputados sempre a partir das 9h30 na piscina olímpica da CDA e as finais a partir das 17h. O público também poderá conferir as provas pelas redes sociais, transmitidas online por meio do Facebook da Força Aérea Brasileira (FAB).

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114