» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Terça, 07 de novembro de 2017, 17h26

Secretária de Saúde pede união na luta em prol do SUS


Foto: Davi Valle
.

Convidada a compor a mesa de abertura da 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde (1ªCEVS), que começou nesta segunda-feira (06) e termina na quarta-feira (08), a secretária Municipal de Saúde, Elizeth Araújo, ressaltou a importância da junção de esforços para a defesa do SUS.

“Esta primeira Conferência Estadual de Vigilância em Saúde acontece em um momento muito importante. Nesta semana também está sendo realizado um seminário na UFMT para discutir a Reforma Sanitária. As correlações de forças estão tão firmes na destruição do Sistema Único de Saúde: está acontecendo em pequenas gotas, que estão desestruturando o SUS sem que a gente perceba. É imprescindível a nossa união e a nossa discussão diante deste cenário de dificuldades”, destacou a secretária.

Elizeth pontuou alguns dos maiores problemas enfrentados pela saúde pública e que prejudicam o trabalho que está sendo desenvolvido na busca de um serviço de qualidade para a população. “Vivemos um contexto grande de terceirização, que nos leva a procurar os melhores meios para lidarmos com esta situação. Muitas vezes nós gestores precisamos escolher quais profissionais vão continuar na carreira e quais serão terceirizados, uma vez que não é permitido ampliar a folha de pagamento e o número de profissionais que temos não conseguem atender toda a demanda. Também passamos por dificuldades como subfinanciamento, judicialização, custo cada vez maior da tecnologia, que consome 90% dos nossos recursos, enfim, uma série de fatores que afetam o funcionamento dos serviços de maneira ideal”, explicou.

A secretária destacou a iniciativa do encontro, que trouxe a capital profissionais de todo o estado ao mesmo tempo em que valorizou o papel da Vigilância em Saúde nos seus eixos. “A Vigilância Epidemiológica, por exemplo, tem uma função importantíssima, uma vez que temos identificado doenças que considerávamos controladas e estão retornando com grande força. Outras sequer conseguimos controlar ainda, como a hanseníase e a tuberculose, mas estamos caminhando para isso. Outro exemplo que podemos destacar é a ação dos nossos agentes comunitários da Vigilância Ambiental, que não medem esforços na busca ao combate de endemias”, comentou.

Nesta terça-feira, a secretária participa da abertura do Encontro estadual de Saúde Coletiva e IV Semana de Saúde Coletiva, que terá como tema “Reinventando a Reforma Sanitária em Mato Grosso”. O evento começa às 19h no Auditório Vangil Pinto da Silva (CCBS III), na universidade Federal de Mato Grosso.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114