Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Segunda, 29 de janeiro de 2018, 13h37

O "3º Simpósio de Gestão Hospitalar" do Santa Rosa acontece em maio


Com o intuito de fomentar debates estruturantes voltados para a melhoria da gestão dos serviços de saúde, o Hospital Santa Rosa realizará o "3º Simpósio de Gestão Hospitalar" nos dias 4 e 5 de maio, em Cuiabá. O evento, que já se consolidou como oportunidade de aprimoramento técnico para os profissionais de Mato Grosso, abordará os aspectos financeiros com base na perspectiva da retomada da economia.

 

De acordo com o presidente do Grupo Santa Rosa, José Ricardo de Mello, o encontro tem como foco reunir gestores da área de saúde, empresários do segmento, médicos e estudantes de medicina. "O Simpósio de Gestão Hospitalar do Santa Rosa é pensado para garantir que todos os envolvidos nos diversos processos de gerenciamento na área hospitalar se atualizem e ampliem sua gama de conhecimento técnico", explica.

 

Mello complementa que, além de aprimorar as relações comerciais, o simpósio vislumbra também o aprimoramento dos gestores com as relações humanas, sociais e tecnológicas, ampliando dessa forma o know-how técnico e produtivo. Na ocasião, o público irá se interagir com os modelos de gestão que são tendência e com as experiências inovadoras na área da saúde.

 

ACREDITAÇÃO – Ao completar 20 anos, o Santa Rosa é o único hospital de Mato Grosso certificado pela Acreditação Canadense, nível Diamond – uma das principais certificações de qualidade em saúde no mundo. A instituição também é certificada em Excelência, Nível III, pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114