» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Sexta, 02 de fevereiro de 2018, 14h15

Trabalhadores da construção civil ajudam MT Hemocentro


O estoque de bolsas de sangue do MT Hemocentro caiu mais de 50% nesta época em que se aproxima o Carnaval em relação ao mesmo período do ano passado. Isto se deve ao volume de pessoas em férias e viagens, o que acaba implicando na redução de doadores disponíveis, junto do aumento de acidentes, o que eleva a demanda pelas bolsas de sangue. Sensibilizado por essa realidade, um grupo de trabalhadores da construção civil participa de uma campanha de incentivo à solidariedade.

 

A campanha "Doe Solidariedade, Doe Vida", da MRV Engenharia em parceria com o MT Hemocentro, está mobilizando trabalhadores de canteiros de obras de Cuiabá e Várzea Grande. De 5 a 8 de fevereiro (segunda a quinta-feira), às 7h, profissionais do Hemocentro visitarão três obras para realização de palestras de conscientização sobre a importância de ser um doador de sangue, nos empreendimentos ParqueChapada dos Campos, em Várzea Grande, Parque Chapada da Costa e Chapada dos Sabiás, na Capital, e também na sede regional da MRV Engenharia. Cerca de 300 colaboradores, ao todo, participarão das palestras.

 

Já nos dias 7 e 9 de fevereiro, às 13h, os funcionários que desejam doar sangue terão o transporte até o MT Hemocentro. Conforme alerta a direção da instituição, não só diminuiu o número de bolsas, como aumentou a demanda das unidades de saúde. Para se ter uma ideia, falta até sangue do tipo sanguíneo O positivo, o mais comum. "Os estoques estão críticos, principalmente quanto ao O Positivo, assim como todos os demais tipos sanguíneos (A, B a AB). Parcerias como essa, com pessoas dispostas a doar solidariedade, são muito importantes", destaca a diretora do MT Hemocentro, Silvana Salomão.

 

O MT Hemocentro é o único banco de sangue público do Estado e atende aos dois maiores Prontos-Socorros, o de Cuiabá e o de Várzea Grande, como também ao Hospital Universitário Júlio Muller, Hospital São Benedito, Hospital Metropolitano, além de pacientes regulados pela Central de Regulação. Na unidade são atendidos portadores de anemia falciforme, aplasia medular, talassemia, lúpus, hemofilia, leucemias, púrpura, entre outras doenças degenerativas do sangue.

 

Doe Sangue - Para ser um doador, a pessoa precisa sentir-se bem e com saúde e ter idade entre 16 e 69 anos, 11 meses e 29 dias (a legislação foi alterada e, desde 13/06/2011, menores de 16 e 17 anos podem doar, se estiverem acompanhados pelos pais e autorizados pelos mesmos). Maiores de 60 anos devem já ter efetuado ao menos uma doação. É necessário ter peso igual ou superior a 50 kg.

Todos os doadores, sem distinção, precisam estar bem alimentados, evitando-se alimentos gordurosos quatro horas antes da doação (nunca doe sangue em jejum). Outra recomendação é dormir bem na noite anterior (4h de sono, no mínimo). O doador deve ter em mãos documento oficial com foto.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114