Artigos

Tudo bacaninha
Marcos Bidoia
Público e privado
Jairo Pitolé Sant'Ana
CPI do Paletó e a forma indecorosa
Gilberto Figueiredo
O trabalho do CRO é proteger a sociedade
Luiz Evaristo Ricci Volpato
AL trabalhando pelo fim dos conflitos agrários
Elvis Klauk Jr.
» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Sexta, 02 de fevereiro de 2018, 20h58

Municípios aderem à agenda de atividades do Estado contra a hanseníase


Em adesão ao Plano Estadual de Enfrentamento da Hanseníase lançado na quarta-feira, 31 de janeiro, os municípios estão programando uma agenda de atividades para intensificar o atendimento aos pacientes no interior do Estado.

Em Alta Floresta, profissionais da saúde que trabalham no Centro de Referência realizaram no último dia 25 de janeiro um café da manhã e palestra aos pacientes para marcar o encerramento do Janeiro Roxo, campanha para conscientização sobre a doença.

“A atividade foi importante para reforçar o compromisso de controlar a hanseníase, promover o diagnóstico e o tratamento corretos, além de difundir informações e desfazer preconceitos que tanto prejudicam o diagnóstico preventivo da doença”, informou o fisioterapeuta André de Brito.

O município criou até grupos nas redes sociais para ampliar a divulgação de suas atividades e chamar a atenção da população quanto à importância de prevenir e tratar a doença.

De acordo com Brito, a equipe técnica de saúde apresentou um projeto ao Ministério Público do Trabalho e à Vara de Trabalho do município para a aquisição de equipamentos fisioterapêuticos para o Centro de Referência de Alta Floresta. A juíza do trabalho Janice Schneider aprovou a destinação do recurso de R$ 31 mil.

Os equipamentos são para os serviços de fisioterapia, para procedimentos de alivio da dor em membros superiores e inferiores, procedimento de desbridamento e de sapataria para a confecção de palmilhas especiais, que auxiliam na cura de feridas, que se não forem tratadas podem levar à amputação dos pés.

No município de Querência, os médicos Mário Victor e Danyellen Olegário e os enfermeiros Aline e Fabian promovem palestras para médicos e enfermeiras sobre as reações hansênicas; a importância da fisioterapia para o paciente de hanseníase, além de dados estatísticos.

Em parceria com o Rotary Club Querência, os profissionais de saúde conseguiram materiais para fazer a adaptações de calçados e confecção de palmilhas que serão fornecidos aos pacientes.

No dia 30 de janeiro o município realizou palestra educativa sobre hanseníase para os moradores, e profissionais da saúde concederam entrevistas para os meios de comunicação.

No município de Barra do Bugres, os servidores da Vigilância em Saúde realizaram diversas ações no mês de janeiro em relação à hanseníase. “Os moradores assistiram a palestras em salas de esperas em todas as unidades municipais de saúde, as quais destacaram os sinais e sintomas da doença, e orientaram a população para o diagnóstico precoce”, explicou Maria Silva de Souza, servidora do serviço de Vigilância em Saúde.

Em Rosário Oeste, na localidade rural Irmã Elisa, uma equipe de técnicos em saúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) desenvolveu na tarde da última sexta-feira (26.01) um mutirão preventivo de combate à hanseníase. Participaram da atividade as equipes da Atenção Básica do município e os moradores atendidos nessa ação inicial vão receber visitas domiciliares. A ação conta com o apoio técnico do médico Werley Perez, de Cícero Fraga e Manfred Gobel, que é representante no Brasil da Associação Alemã de Assistência Social aos hansenianos e tuberculosos.

As atividades de enfrentamento da hanseníase em todo o Estado vão ser desenvolvidas ao longo deste ano e as regionais de Saúde vão receber, a partir de setembro, um apoio importante para se deslocar para localidades rurais e levar informações e orientações aos moradores que moram em áreas distantes do centro.

De acordo com Rejane de Fátima Conde Finotti, técnica do Programa Estadual de Controle da Hanseníase da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a pasta irá realizar atendimento móvel para os moradores, em conjunto com sete regionais de saúde, no período de 10 de setembro a 23 de outubro. As regionais de saúde estão localizadas nos municípios de Barra do Garças, Água Boa, Rondonópolis, Tangará da Serra, Sinop, Colíder e Alta Floresta, contemplando além dos regionais outros nove municípios: Paranaíta, Nova Bandeirantes, Itaúba, Ipiranga do Norte, Sapezal, Primavera do Leste, Canarana, Querência e Novo São Joaquim.

A carreta que será utilizada para as atividades externas é do grupo farmacêutico suíço Novartis, que apoia a campanha contra a hanseníase fornecendo o veículo com motorista e o combustível para os deslocamentos. Em contrapartida, os municípios vão fornecer a infraestrutura, insumos básicos, materiais de educação em saúde e os profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS).


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114