» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Terça, 10 de abril de 2018, 12h54

Anvisa proíbe Maxxdonna Bandida por fabricação clandestina


.
.

A Anvisa identificou e proibiu, nesta semana, dois produtos clandestinos que eram fabricados sem notificação na Agência.

O produto Maxxdonna Profissional Bandida, fabricado pela empresa G.A.M. Cosmeticos Ltda., é anunciado na internet como “escova definitiva para os cabelos”. A medida é referente aos lotes fabricados até 4 de janeiro de 2018, e proíbe a comercialização, distribuição e o uso do produto citado.O cosmético Maxxdonna Profissional Bandida fabricado até 04/01/2018, além de não ter notificação na Anvisa, foi reprovado na análise de formol. A substância é proibida para alisantes de cabelo por ser cancerígena. Recentemente outros produtos foram proibidos por usarem formol na composição.

Também produto de limpeza

Já o Desinfetante Doce Lar – Marca Opmil também não tinha notificação na Anvisa e teve todos os lotes proibidos. O desinfetante é fabricado pela Opmil Comércio de Produtos de Limpeza -Eireli-Me, que não tem autorização de funcionamento na Anvisa. O produto está proibido em todo o território nacional.

O cosmético Maxxdonna Bandida tinha nas redes sociais vídeos apresentando 'qualidades' e inclusive explicando formas de utilização. Confira abaixo:

 

  

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114