» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Quarta, 11 de abril de 2018, 19h25

Oferta de leitos de UTI em Mato Grosso cresce 73% entre 2015 e 2017


.

O Governo do Estado de Mato Grosso aumentou em 73% o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de 2015 a 2017. O estado disponibilizava 329 leitos em 2014 e hoje são 529 entre adultos, pediátrico e neonatal, além de unidades intermediárias adulto e neonatal e também a neonatal Canguru.

Os novos leitos contemplaram a Baixada Cuiabana (Cuiabá), Médio Norte (Tangará da Serra), Sul (Rondonópolis e Primavera do Leste), Norte (Sorriso, Sinop e Lucas do Rio Verde) e Oeste (Cáceres).

Já nos primeiros meses da gestão, o governo inaugurou 10 novos leitos de UTI no Hospital Regional de Rondonópolis "Irmã Elza Giovanella". A obra, que incluiu espaço físico e equipamentos, foi entregue no mês junho de 2015.

A unidade, administrada atualmente pela Organização Social de Saúde Instituto Gerir, é referência em traumas para 19 municípios da região Sul do estado e que juntos somam uma população de 500 mil cidadãos. O hospital também é referência em outras 22 especialidades.

 

Ainda em 2015, a população da região Norte de Mato Grosso passou a contar com mais 13 leitos de UTI Neonatal e 04 de UTI Pediátrica no município de Sinop, sendo que estes quatro leitos de UTI Pediátrica e seis leitos de UTI Neonatal foram entregues no Hospital Regional de Sinop e os demais leitos neonatal no Hospital Santo Antônio. As UTIs passaram a funcionar no mês de julho.

Em agosto de 2016, o Governo do Estado inaugurou 30 novos leitos de UTI pediátrica no Hospital Santa Casa também de Rondonópolis. O investimento de R$ 3,7 milhões inclui a reforma de uma área de 2,1 mil metros quadrados, com melhoria na recepção, banheiros e vestiário para funcionários. O investimento foi possível graças a uma parceria com o Ministério Público do Estado (MPE), Santa Casa e o Governo do Estado.

Mais 20 leitos foram entregues em janeiro de 2017 em Lucas do Rio Verde, sendo 10 adultos e 10 neonatal. Desse total, 16 passaram a funcionar imediatamente. Foram dois anos de obras e investimentos de aproximadamente R$ 16 milhões no Hospital São Lucas onde não havia um único leito de UTI. Também no Norte de Mato Grosso, o Hospital Regional de Sorriso recebeu 04 novos leitos de UTI adulto, totalizando 10 com os que já possuía anteriormente.

De 11 leitos em 2014, o município de Tangará da Serra, na região Médio Norte, passou a contar com 32 novos leitos de UTI totalizando 43 entre adultos, pediátrico e neonatal. Já o município de Cáceres foi contemplado com 10 novos leitos de UTI pediátrica instaladas no Hospital Regional Dr. Antônio Fontes, subindo de 30 para 40 o número de vagas.

Na Capital

O município de Cuiabá conta atualmente com 233 leitos de UTI. Destes, 79 foram criados entre 2015 e 2017, boa parte no Hospital São Benedito.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114