» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Sexta, 20 de abril de 2018, 16h55

Servidor da saúde alerta sobre riscos e prevenção aos acidentes de trabalho


Visando a prevenção de doenças relacionadas ao trabalho e também aos possíveis acidentes que podem vir a acontecer nesse ambiente, o médico Cristobal Parada Hill, formado pela Universidade de Zaragoza, Espanha, e especialista em Medicina do Trabalho pela Universidade de São Camilo (SP), promoveu um bate-papo sobre o tema com os servidores da Secretaria de Estado de Saúde (SES), na tarde desta quinta-feira (19.04), ocasião em também tirou algumas dúvidas. O trabalho faz parte das ações do Abril Verde.

No ano de 2015, a Secretaria de Estado de Gestão (SEGES) publicou o “Manual de Saúde e Segurança no Trabalho para os Servidores da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso”, cujo foco é elucidar estratégias, instruções e procedimentos que buscam reconhecer e reduzir e/ou eliminar os riscos de acidentes e doenças provenientes do ambiente de trabalho. Este Manual também é utilizado como base para a elaboração do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), além de outros programas de atenção à saúde do servidor, como o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA).

Em razão disso, um grupo de trabalho especializado da Gerência de Saúde e Segurança da Secretaria de Estado de Saúde (GSS/SES), encontra-se reconhecendo e fazendo medições dos riscos, ambiente por ambiente, sala por sala, de todas as unidades do prédio (mais de 50 unidades).

Cristobal falou sobre o trabalho que está sendo executado dentro da Secretaria. "Foi criado um formulário online chamado Condições Ambientais de Trabalho, no qual os servidores poderão se manifestar e relatar suas condições de trabalho". A ideia é atingir a participação de 100% dos servidores da SES. “Até agora foram mais de 3 mil trabalhadores, entre servidores concursados e comissionados que já preencheram o formulário. Nosso objetivo é atingir a participação de todos, o que deve ser em torno de 5 mil pessoas”, completou.

Os gestores e/ou responsáveis das unidades também foram convidados a preencher outro formulário, chamado Check-list Documental, que serve para que seja conhecido de uma forma mais clara a situação das unidades. Outro importante instrumento de auxilio nesta ação é o registro e acompanhamento dos acidentes de trabalho, que utiliza plataformas como o formulário de Comunicação de Acidentes e Agravos à Saúde do Servidor (CASS), que acompanha um manual com instruções de preenchimento e um fluxograma com os passos a serem seguidos.

O trabalho tem grandes objetivos, pois está focado em equiparar o Estado a grandes multinacionais no que diz respeito à política de saúde e segurança do trabalhador e, para isso, existe muito ainda a fazer. “Acreditamos que podemos ter o Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho (LTCAT) finalizado e pronto de todas as unidades da Secretaria até o final de 2018”, concluiu o especialista.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114