» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Segunda, 07 de maio de 2018, 17h52

Reunião discutirá desafios para enfrentamento da doença falciforme


A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT), por meio da área técnica de Saúde da População Negra, convida portadores da doença falciforme e familiares para reunião que será realizada dia 12 de maio, às 14 horas, pela Associação de Pessoas com Doença Falciforme de Mato Grosso (Asfamt) e a Faculdade de Enfermagem da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), na Casa dos Conselhos, em Cuiabá.

O objetivo da iniciativa é discutir mecanismos que possam levar mais informações sobre a enfermidade a pacientes e familiares e melhorar a atenção à saúde destas pessoas no Sistema Único de Saúde (SUS). Durante reunião com um grupo de portadores da doença falciforme, um dos problemas levantados foi o pouco conhecimento que a maioria dos portadores da doença possui sobre esse agravo.

Diante disto, nasceu a ideia de reunir este público com a finalidade de estabelecer estratégias que ampliem o conhecimento, fortaleça a organização dessas pessoas e contribua para uma melhor qualidade na atenção prestada aos portadores de doença falciforme em todos os níveis de atenção do SUS.

A doença falciforme, de acordo com o Ministério da Saúde, é a alteração genética mais comum no mundo e no Brasil, apresentando uma alteração da hemoglobina, a hemoglobina S e do formato da hemácia. É uma doença crônica que afeta todo o corpo e, é até hoje invisibilizada e negligenciada, dificultando uma atenção qualitativa a saúde de seus portadores.

A letalidade em doença falciforme é de 80% de crianças com menos de 5 anos de idade que não recebem os cuidados de saúde necessários. Trata-se de uma das doenças hereditárias mais comuns no mundo. A mutação teve origem no continente africano e pode ser encontrada em populações de diversas partes do planeta, com altas incidências na África, Arábia Saudita e Índia. No Brasil, devido à grande presença de afrodescendentes, que são uma das bases da população do País, a DF constitui um grupo de doenças e agravos relevantes.

Por essa razão, foi incluída nas ações da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Negra, do Ministério da Saúde, e está no regulamento do Sistema Único de Saúde (SUS), nos termos da Portaria nº 2.048, de 3 de setembro de 2009, artigos 187 e 188.

Os dois instrumentos definem as Diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme. O diagnóstico precoce, na primeira semana de vida, realizado pelos Serviços de Referência em Triagem Neonatal nos estados da Federação, é essencial para a identificação, quantificação e acompanhamento dos casos

Serviço

A Casa dos Conselhos está localizada na Avenida Dom Aquino, 184, fundos do Colégio São Gonçalo. Mais informações com Nara Nascimento e Zenaide Dantas da Silva, pelos telefones (65) 3613-5339/3613-5469/e-mail naranascimento@ses.mt.gov.br

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114