» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Quinta, 05 de julho de 2018, 14h02

Secretaria Saúde cria grupo de valorização a trabalhadores do SUS


A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT) criou no dia 3 de julho o grupo de trabalho que fará a revisão do plano de carreira de aproximadamente 5 mil servidores da pasta. A decisão de realizar a revisão do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) da Saúde foi do secretário Luiz Soares, que instituiu por meio de Portaria 117/2018 a criação do grupo de trabalho e a criação de um espaço de negociação.

Segundo a Portaria, o grupo é composto de 16 membros, sendo a participação paritária, com oito representantes da gestão da SES/MT e oito representantes dos trabalhadores da saúde, incluindo os sindicalistas do Sisma (Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso). O grupo tem pela frente a missão de revisar e alterar a Lei Complementar 441/2011, informou Izabella Santanna, superintendente de Gestão de Pessoas da SES/MT e integrante do grupo técnico de revisão do PCCS e da coordenação dos trabalhos.

De acordo com diretrizes do Ministério da Saúde, o PCCS deve ser revisado a cada três anos, sendo que a última revisão foi realizada em 2011 quando o PCCS da saúde de Mato Grosso foi considerado um dos melhores do país e recebeu premiação do Inova SUS em 2012, pelo Ministério da Saúde. A premiação se deu principalmente pelos critérios de saúde do trabalhador do Sistema único de Saúde (SUS), criação de banco de horas, programa de valorização, o pagamento da carreira em forma de subsídio e a gestão do conhecimento interno.

De acordo com a superintendente de Gestão de Pessoas, na próxima semana o grupo técnico vai definir o cronograma inicial dos trabalhos de revisão e de diálogo com os servidores e com os representantes do SISMA/MT (Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso) e do Conselho Estadual de Saúde (CES/MT).

“O processo é uma negociação coletiva e que deve resultar em um consenso entre os interessados, por essa razão não terá um prazo pré-estabelecido para ser concluído”, explicou Izabella Santanna. Durante o processo, serão criados três grupos de trabalho que vão cuidar especificamente dos seguintes temas: conceituação do PCCS; aspecto financeiro e evolução salarial; e critério de remuneração e desenvolvimento dos trabalhadores na carreira.

O PCCS é um instrumento de valorização do servidor e a aprovação final é do gestor da pasta, considerando-se a manifestação de consenso dos profissionais. Os diálogos servirão para a propositura de práticas de progressão de carreira e de valorização dos servidores, e serve para redefinir o conceito de PCCS. Todos os trabalhos terão como referência as diretrizes e princípios do SUS, bem como as diretrizes dos protocolos da mesa nacional de negociação permanente do SUS.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114