» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Sexta, 06 de julho de 2018, 18h01

Priorizando conforto e segurança, Femina inaugura suítes de parto adequado


Fernando Rodrigues
.

A primeira contração sentida por uma mamãe em trabalho de parto é apenas o início de uma jornada que pode durar algumas longas horas – sobretudo quando a opção é pelo parto normal. As dores e as emoções vivenciadas pela gestante exigem uma atenção especial de toda a equipe, que necessita de um ambiente confortável e adaptado.

O aconchego da família que está prestes a conhecer o seu novo integrante também é primordial e, visando o mais completo atendimento aos pacientes, o Hospital Infantil e Maternidade Femina inaugurou o Centro Obstetrício "Afife Hussein Fares", com duas novas suítes de parto adequado.

"Quando nos referimos ao parto, falamos dos sonhos que cada uma das gestantes tem. O nosso objetivo é tornar o sonho do parto ideal uma realidade", declarou a pediatra e diretora-técnica da unidade, Fernannda Pigatto, durante o evento de inauguração que aconteceu na última quinta-feira (05).

De acordo com a médica, o objetivo do novo espaço é fazer com que a paciente usufrua da sensação e do aconchego de um parto domiciliar, mas com a assistência de uma equipe multidisciplinar. A estrutura conta com aparelhos que monitoram a vitalidade do bebê e da mamãe durante todo o trabalho de parto.

Para a inauguração das novas suítes, foi analisado todo o contexto de segurança, higiene e controle de infecção hospitalar – análise que chegou à conclusão de que a tecnologia já permite a colocação de banheiras nos quartos.

"Estamos tranquilos em dar a estrutura física que a paciente sonha para o nascimento de seu bebê, mas garantindo a segurança da mãe e do neném", ponderou Fernannda.

Além de o espaço promover maior conforto à gestante, ele também é um poderoso elo entre toda a equipe envolvida em um parto. A naturóloga, doula e acumputurista Carolina Domingues ressalta a importância de uma relação de troca entre médicos e profissionais multidisciplinares.

"Cada profissional tem o seu papel no pré-natal, no parto e no pós-parto. Uma equipe disposta a somar as habilidades de cada um dos especialistas proporciona uma melhor experiência para os pacientes", ressaltou.

PARTO ADEQUADO – O Hospital Infantil e Maternidade Femina integra o Projeto Parto Adequado, realizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) com o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), em parceria com o Ministério da Saúde. A ação visa estimular a realização de partos normais pelo país.

Em 2015, a Femina foi considerada pioneira na região Centro-Oeste. Com a inauguração de novas suítes direcionadas ao parto normal, o hospital espera incentivar a diminuição de cesáreas – já que a cada 10 partos, 8,5 são por cesarianas no Brasil. É válido ressaltar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o índice de apenas 1,5.

"Queremos fazer uma inflexão. Desejamos que pelo menos 30% dos partos sejam normais e contamos com o empenho dos obstetras para atingirmos essa meta", destacou Kamil Fares, um dos proprietários do hospital.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114