» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Terça, 30 de abril de 2019, 17h02

Médico com autismo prova que a capacidade supera qualquer dificuldade


.

Em alusão ao Dia Mundial do Autismo, celebrado no mês de abril, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), em sessão plenária na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) apresentou a moção de congratulação ao médico Enã Rezende Bispo Nascimento - é autista e um importante exemplo que a síndrome não se tornou um empecilho para concretizar os sonhos idealizados.

Hoje, com 27 anos, Enã conta que na infância foi visto de forma diferente por parte de outras crianças, como uma pessoa com personalidade estranha e esquisita. “Inclusive recebi o diagnóstico errôneo de psicose infantil, aos dois anos de idade. O diagnóstico veio a partir dos meus 18 anos de idade e foi tardio”, comenta.

Um dos sintomas do Transtorno do Espectro Autista - TEA é a dificuldade na fala e falhas na expressão da comunicação, interação social, agitação e repetição nos movimentos corporais. A percepção destas características ocorre quando a criança tem de 2 a 3 anos de idade, que foi o caso de Enã. Mesmo que a mãe dele tenha recebido o diagnóstico errado, foram providenciados tratamentos com psicológico e fonoaudiólogo para melhorar o desenvolvimento do filho.

“O maior problema do autista, não é o autismo em si e sim, o preconceito. Quando criança era visto como louco, por causa disso, outras crianças acabavam me segregando. Ao longo da minha vida, o preconceito que eu enfrentei, justamente das pessoas dizerem que eu não era capaz de realizar tal coisa. No entanto provei o contrário e realizei”, pontua o médico.

A maior prova que o autismo não seria um empecilho na vida de Enã, ele se formou em medicina na Universidade de Cuiabá (Unic), em 2012. A decisão em realizar este curso foi aos 10 anos, pois despertou a curiosidade de entender a morte do pai que decorreu de um acidente automobilístico e teve traumatismo crânio-encefálico. “As dificuldades, ao longo no curso, foi mais no início do curso, devido alguns colegas que não me entendiam. Alguns que não tinham paciência comigo. Mas no final acabei me dando bem com todo mundo e deu tudo certo”, explica.

Em relação à moção de congratulação, Enã conta que foi uma surpresa para ele. “Me senti honrado. Realmente, eu não estava esperando. Foi uma surpresa muito grande para mim por receber essa homenagem. Muito obrigada Deputado Claudinei por essa honraria”, agradece o homenageado.

Para o Delegado Claudinei, o médico é um exemplo que deve servir para todos aqueles que se deparam com barreiras no caminho e já pensam em desistir. “Ver uma história que foi construída com dificuldades e preconceito e, mesmo assim, não deixou de existir é o caso de ir lá, fazer e realizar. Ele mostrou que não era incapaz, pois a vontade era muita para fazer acontecer. Só tenho que parabenizar o doutor que conseguiu se formar como médico e, hoje, executa um trabalho importante na medicina”, ressalva o parlamentar.

Enã pontua que qualquer pessoa que acredita em si mesmo e se esforça pelos sonhos é capaz de realizá-los. “O que já disse em outras vezes, o que existe são dificuldades e não incapacidades”, enfatiza.

O médico atualmente presta serviço na Estratégia Saúde da Família (ESF) na Vila Cardoso, em Rondonópolis (MT). Ele é solteiro e não tem filhos. Após a sua formação em medicina, mantém os estudos como uma ocupação nas horas livres e aos finais de semana, tanto que se prepara para fazer residência e considera os estudos a sua companhia para a vida. 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114