» mais
Comentar           Imprimir
Saúde
Segunda, 27 de maio de 2019, 16h44

Simpósio da Dislexia encerra com a proposta de políticas públicas inclusivas


Jovens, crianças e adultos poderão ser favorecidos com projeto de lei que será encaminhado pelo Executivo

.

 

 

Com a presença do governador Mauro Mendes Ferreira (DEM), o IV Simpósio de Dislexia – Um desafio para Educação, realizado pela Assembleia Legislativa por iniciativa conjunta dos deputados estaduais Wilson Santos (PSDB) e Silvio Fávero (PSL), foi encerrado na sexta-feira (24) com a proposta de unir os poderes Legislativo e Executivo pelo aperfeiçoamento de políticas públicas de inclusão social aos portadores do sintoma.

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) avaliou que o evento cumpriu sua missão principal, que foi expandir conhecimento aos profissionais da educação para lidar com crianças especiais.

“Os profissionais da educação não são preparados para lidar com crianças portadoras de dislexia. Por falta de compreensão e não de má-fé, muitos professores veem essas crianças com dificuldade de aprendizagem e até preguiçosas. Na verdade, todo cérebro é capaz. Basta compreender as suas dificuldades e aperfeiçoá-los que estaremos incluindo socialmente crianças e as livrando da prática de bullying”, disse.

O governador Mauro Mendes Ferreira destacou que o Executivo deve encaminhar a Assembleia Legislativa um projeto de lei para aprimorar as políticas públicas voltadas à educação inclusiva de jovens e crianças com alguma deficiência.

“Cerca de 10% das crianças podem ter dislexia. Sempre tive um carinho especial pela área da educação inclusiva e o Estado precisa melhorar os serviços que já são oferecidos, aprimorando as políticas públicas para o atendimento desse segmento. Já existe um esboço de um projeto de lei, que quero melhorar junto aos deputados estaduais para que possamos criar um normativo legal aderente à realidade e às necessidades”, pontuou.

O deputado Silvio Fávero ressaltou que o evento lhe surpreendeu positivamente pela capacidade de mobilização dos servidores públicos lotados nas áreas da educação e saúde. “Por falta de informação pensamos que, a princípio, a dislexia seria uma doença incurável. Esse evento serviu para valorizar o ser humano e espero contar como parceiro nos próximos anos”.

O último dia do evento foi pautado pelo tema central “Estilos de Aprendizagem” e “Dislexia na Vida Adulta”. Haverá o depoimento do publicitário e fundador do DislexClub, Felipe Ponce, “o Pippo”, para abordar o tema “Uma História de Sucesso”.

Também marcaram presença os conferencistas Lucas Emanuel Ramos Pereira, fonoaudiólogo e mestre em educação pela Universidade de Ouro Preto, e com a psicóloga Inez Ocanaã de Luca, mestre em psicologia, pós-graduada em aprendizagem e membro da Equipe Multidisciplinar da Associação Brasileira de Dislexia (ABD) e do Centro Especializado em Distúrbios de Aprendizagem. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114