» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Sexta, 12 de maio de 2017, 18h35

Empaer promove mutirão para produção de silagem em Barra do Bugres


Durante quatro dias, foi realizado mutirão para produção de silagem com capim-elefante para o gado de leite, no Assentamento Antônio Conselheiro, no Sítio Primavera, em Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte de Cuiabá), do produtor rural José Eurípedes de Menezes. O técnico agropecuário da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Irapuan Rodrigues da Silva, destaca que a silagem é uma das melhores opções de baixo custo para alimentação do gado durante o período de estiagem.

Considerada uma das mais importantes forrageiras tropicais, o capim-elefante tem elevado potencial de produção de biomassa, fácil adaptação aos diversos ecossistemas, boa aceitação pelos animais e é muito utilizada na alimentação de rebanhos. Conforme Irapuan, a silagem apresenta bons valores nutritivos e garante uma refeição de qualidade para o gado, contribuindo para que a produção leiteira não seja prejudicada pela seca. Quando feita corretamente, o valor nutricional da silagem é semelhante ao material de origem.

Um fator importante é a escolha da forrageira a ser ensilada e o técnico dá a dica de que o ideal é colher o capim-elefante até 110 dias após o plantio para atingir a altura ideal de corte e armazenar para garantir alimentação do gado. O técnico agropecuário da Empaer, Sebastião Lima Soares, também orientou os produtores nos plantios da capineira, cana-de-açúcar e milho. O mutirão foi realizado também nas áreas dos produtores Valdineis Ferreira da Silva, Vladeci Natalino de Lima, Roberto Joaquim de Lima, Devilson Ferreira Rodrigues, Daniel Ferreira Rodrigues e do produtor jovem rural, Geovane Ferreira Costa.

Rodrigues enfatiza que na área do produtor José Eurípedes, a Empaer implantou uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) de bovinocultura de Leite e estão realizando atividades de difusão de tecnologias de boas práticas de manejo para atender os demais agricultores da Gleba Jatobá, distante 75 km do município. “Com a assistência técnica, os agricultores estão animados e seguros para investirem na pecuária de leite, e no preparo da propriedade para adequado manejo alimentar do rebanho”, esclarece.

A iniciativa ocorreu na semana passada.

URT

A Unidade de Referência tem como finalidade atualizar o conhecimento de técnicos e produtores e, ao mesmo tempo, servir como exemplo, ao demonstrar a viabilidade técnica, econômica, social e ambiental da produção de leite. Visa, ainda, aumentar o alcance das tecnologias adotadas e contribuir para o avanço da produção, produtividade e rentabilidade.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114