» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Quarta, 17 de maio de 2017, 17h02

Produtor de Confresa está otimista com cultivo do mamão formosa


Após 110 dias de plantio, o cultivo do mamão formosa entra na fase reprodutiva, momento de floração na lavoura do produtor rural Nilson Rodrigues Mota, no Assentamento Independente I, localizado no município de Confresa (1.160 km a Nordeste de Cuiabá). Para acompanhar o desenvolvimento da frutífera, a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) implantou uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) da cultura do mamoeiro da família Caricaceae, numa área de meio hectare. A primeira colheita está prevista para o mês de setembro.

O engenheiro agrônomo e supervisor da Empaer, Adaídes Aíres da Rocha, fala que no período da estiagem é necessário usar irrigação para garantir boas safras. Ele esclarece que na URT ainda não existe o sistema de irrigação e calcula que poderá ser colhida uma média de 20 toneladas do fruto num período de dois anos. Com a irrigação, a colheita pode chegar a 30 toneladas. “O experimento foi montado para avaliar a evolução da cultura do mamoeiro e teremos um resultado no meio do ciclo de produção em julho de 2018”, enfatiza.

De acordo com Adaídes, toda a produção será comercializada na região, em especial para a merenda escolar. O preço praticado hoje no comércio local está em torno de R$ 2,50 o quilo do mamão formosa. Com a venda, o produtor poderá ter lucro de R$ 50 mil, no período de dois anos. Com a irrigação, pode chegar a R$ 75 mil. A URT vai acompanhar o potencial da cultura e observar o rendimento, que é conduzido dentro das técnicas recomendadas.

O produtor Nilson comenta que está entusiasmado com a cultura do mamoeiro, feita pela primeira vez. Ele destaca que já retirou fruto pesando mais de 400 gramas, e que pretende também comercializar nos supermercados da região. A principal fonte de renda dele, que possui vacas leiteiras na propriedade, é a comercialização de 170 litros de leite por dia. Agora, espera que o mamão sirva para diversificar e garantir lucro.

Foram plantadas 750 mudas de mamão da variedade Formosa, produzidas pela Empaer, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e a seleção descartou 500 mudas. Desta forma, restou o plantio de 250 mudas com potencial produtivo. O objetivo da URT é fomentar a cadeia da fruticultura, observar o comportamento da cultivar, mostrar toda tecnologia aplicada no sistema de cultivo da fruta e permitir a introdução da cultivar como alternativa de renda e menor risco aos pequenos produtores.

O mamoeiro pode alcançar de três a oito metros de altura e produzir durante dois anos de forma comercial. Os frutos, ricos em vitaminas A e C, são consumidos in natura ou processados em pedaços cristalizados, suco, gelatina, purê e fatias desidratadas. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114