» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Quarta, 08 de novembro de 2017, 07h34

Sertão pernambucano recebe minicurso sobre saneamento básico rural


Foto: Joana Silva
Modelo de fossa que será abordado por Carlos Renato Marmo durante o SemiáridoShow.

A Embrapa Instrumentação (São Carlos – SP) integra a programação da 7ª edição do SemiáridoShow com dois minicursos sobre três soluções destinadas ao saneamento básico rural – Fossa Séptica Biodigestora, Clorador Embrapa e Jardim Filtrante.

As capacitações serão realizadas entre 8h30 e 12 horas, nos dias 8 e 9. No primeiro dia, o treinamento ocorrerá na sala Sete Cascas e, no dia seguinte, na sala Baraúna, no recinto da feira.

.

O minicurso é gratuito, assim como as oficinas e seminários, e as inscrições deverão ser realizadas no local do evento, mas as vagas são limitadas. O público ainda poderá conhecer uma unidade da Fossa Séptica Biodigestora já instalada no local do evento.

O supervisor do Setor de Gestão da Implementação da Programação de Transferência de Tecnologia (SIPT), Renato Marmo, vai destacar na maior feira da agricultura familiar do Nordeste brasileiro os critérios de sustentabilidade, baixo custo, fácil aplicação e replicabilidade que levaram uma das tecnologias sociais, a Fossa Séptica Biodigestora, destinada ao tratamento do esgoto doméstico, a ser adotada em mais de 250 municípios brasileiros, nas cinco regiões do País.

O levantamento realizado pela Embrapa Instrumentação, no ano passado, abrangendo as tecnologias instaladas pela rede de parceiros institucionais, revelou a adoção de mais de 11 mil unidades da tecnologia, gerando benefício para 57 mil pessoas.

De acordo com o estudo, a região Sudeste concentrou o maior número de tecnologias instaladas – 9.445 ou 88%, enquanto o Nordeste, onde o serviço é muito precário, registrou 769 unidades da Fossa Séptica Biodigestora, ou seja, 7,2% do total.

“A proposta de realizar o minicurso durante o SemiáridoShow é ampliar o número de unidades no sertão pernambucano, não só da Fossa Séptica Biodigestora, mas das demais tecnologias que complementam o sistema de saneamento básico na área rural, como o Clorador Embrapa e o Jardim Filtrante,”, diz Renato Marmo, responsável pelo minicurso.

Fossa Séptica Biodigestora

A montagem de um conjunto básico da tecnologia, projetado para uma residência com cinco moradores, é feita com três caixas d´água de 1000 litros (fibrocimento, fibra de vidro, alvenaria, ou outro material que não deforme), tubos, conexões, válvulas e registros. A tubulação do vaso sanitário é desviada para a Fossa Séptica Biodigestora, onde o esgoto doméstico, com o auxílio de um pouco de esterco bovino fresco, é tratado e transformado em adubo orgânico pelo processo de biodigestão anaeróbia

Clorador Embrapa

Desenvolvido com criatividade e economia por pesquisadores da Embrapa Instrumentação e Embrapa Pecuária Sudeste, o equipamento pode ser montado pelo próprio usuário e a um custo muito baixo. Basta adquirir registros, torneira, tubulação e cloro granulado, preferencialmente estabilizado, que normalmente contém 60% de cloro. O Clorador é instalado entre a tubulação que recolhe a captação da água e o reservatório. Em uma hora, a água estará isenta de germes e pronta para ser consumida.

Jardim Filtrante

Já o Jardim Filtrante é uma alternativa para dar destino adequado ao esgoto proveniente de pias, tanques e chuveiros, ricos em sabões, detergentes, restos de alimentos e gorduras (a chamada “água cinza”). A escassez de recursos hídricos demonstra a importância da reutilização dessa água, que possui diversas aplicações: irrigação de lavouras, lavagem de pisos e janelas, uso no vaso sanitário, entre outras.

SemiáridoShow

A feira ocorre de 7 a 10 de novembro, no município de Petrolina, com o desafio de apresentar alternativas para a convivência com a seca no momento em que a região enfrenta as consequências do sexto ano consecutivo de uma forte estiagem.

O evento é realizado a cada dois anos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que nesta edição conta, pela primeira vez, com a parceria do Sindicato dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares e Rurais do Município de Petrolina (Sintraf). A feira é aberta ao público e acontece em uma área da Embrapa, localizada na BR-428, Km 152, na zona rural de Petrolina.

No local, cerca de 12 hectares serão dedicados à demonstração de tecnologias implantadas no campo. Assim, os 15 mil visitantes esperados têm a oportunidade de conhecer, diretamente e na prática, os produtos e serviços gerados pela pesquisa, a exemplo de variedades de cultivos alimentares – como feijão, mandioca, milho e hortaliças –, de forrageiras – como sorgo, palma, gliricídia –, animais – caprinos, ovinos, bovinos e aves –, além de sistemas de captação de água, de irrigação, de planejamento, entre outra centena de soluções tecnológicas.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114