» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Terça, 09 de janeiro de 2018, 15h01

Agricultores familiares financiaram recursos na ordem de R$ 80 milhões em 2017


 A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) divulga as principais informações sobre as ações e serviços que atingiram 128 municípios do Estado, totalizando atendimentos a 40.210 agricultores familiares entre mulheres rurais, indígenas, quilombolas e jovens rurais no ano de 2017. Foram financiados recursos na ordem de R$ 80 milhões para investimento e custeio, nas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Na área da pesquisa foram implantados 94 Unidades Tecnológicas, 61 experimentos de pesquisa e 33 unidades de validação.

O presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, fala que governo do estado autorizou a contratação de 115 técnicos, o que representou um incremento de 30 por cento da força de trabalho existente no segmento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), sendo eles contratados no período de julho a outubro/2017, esse acréscimo oportunizou a ampliação da força de trabalho em 72 unidades operativas, a reabertura de oito unidades, a abertura de mais nove unidades operativas locais e consequentemente, o aumento da abrangência dos agricultores familiares assistidos pelos serviços de ater.

De acordo com Mota, mesmo diante da crise financeira foram entregues 17 veículos para os escritórios locais e nove caminhonetes zero km aos escritórios regionais. A empresa ainda formalizou parcerias com 40 municípios por meio de acordos de Cooperação Técnica, o que facilitou o acesso do agricultor familiar aos projetos de pesquisa e serviços de Ater. “Isso significa mais condições de trabalho para os técnicos, e também um melhor atendimento das demandas das famílias rurais, melhorando assim a qualidade de vida dos agricultores deste Estado”, enfatiza.

Para acessar o crédito rural e as políticas públicas em 137 municípios foram emitidas 10.195 Declarações de Aptidão do Pronaf (DAP) e elaborados 1.814 projetos, somente do Pronaf foram contratados 927 projetos no valor de mais de R$ 32 milhões. Ainda no mesmo ano foi celebrado o Termo de Cooperação com Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) autorizando a Empaer a emitir DAP para agricultores familiares assentados.

Para facilitar o acesso da informação pelo produtor e pela sociedade em geral, foi lançado em 2017 o novo site da Empaer. Totalmente reformulado e de fácil navegação, proporcionando ao usuário uma plataforma completa com dados que ilustram a realidade da agricultura familiar do Estado de Mato Grosso. Além disso, o site permite uma maior integração com o portal do Governo do Estado. Layr destaca que desde o seu lançamento em 2004, esta é a primeira grande reformulação pela qual passa o site da empresa, que pode ser acessado pelo endereço www.empaer.mt.gov.br .

Outro programa voltado para o fortalecimento das famílias foi a capacitação de 2.794 mulheres nas comunidades rurais, por meio de encontros e oficinas, com uma nova visão de consumo sustentável e empreendedorismo, com efeito motivador, informativo, recreativo e de integração além de apresentar e fomentar as políticas públicas para as mulheres do campo.

Tecnologia e serviços

A Empaer atua de forma integrada à Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf) além de atuar de forma organizada com as prefeituras e outros parceiros, na construção e execução das políticas públicas. Com objetivo de apresentar novas tecnologias e serviços voltados para a agricultura familiar com demonstração em Unidades Didáticas e Unidades Demonstrativas foi realizada a maior Feira Tecnológica da Agricultura Familiar no estado, no Centro Regional de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (CRPTT) da Empaer, no município de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). O evento contou com a participação de 2.167 pessoas.

Segundo Layr, os agricultores percorreram Unidades Didáticas de mandioca, maracujá, banana, abacaxi, pecuária de leite, piscicultura e uma unidade integrada de tecnologia para a pequena produção denominada Sítio do Agricultor Familiar. E para demonstrar alternativas de tecnologia e serviços foram montadas barracas com informações sobre hidroponia, bem-estar social e turismo, produção de flores, apicultura, alimentos biofortificados, laboratórios da Empaer e resultados de pesquisa. “O evento comemorou os 53 anos de atividade da Empaer e promoveu o desenvolvimento sustentável da pequena propriedade”, esclarece.

Pesquisa e Fomento

A pesquisa desenvolvida pela Empaer é voltada prioritariamente para a agricultura familiar e em 2017 contabilizou a implantação de 94 Unidades Tecnológicas, 61 experimentos de pesquisa e 33 unidades de validação com as culturas do arroz, feijão, trigo, banana, abacaxi, espécies de flores tropicais e ornamentais, milho, bovinocultura de corte, citrus, frutos de clima temperado, capim elefante para fins energético, produtos biofortificados e outros.

Na Estação de Piscicultura da Empaer foram produzidos 528.840 de alevinos para recria e engorda. Foram destinados a 251 produtores de 20 municípios do estado disponibilizando toda tecnologia de reprodução das espécies para os piscicultores do Vale do Rio Cuiabá e regiões. Considerando que a produção prevista era de 480 mil alevinos, conclui-se que a meta foi alcançada com um índice de 110,17 por cento em relação ao previsto

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114