» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Sábado, 10 de fevereiro de 2018, 07h04

Seminário debate desenvolvimento econômico sustentável no Sertão Central do Ceará


A Embrapa Algodão participou nesta quinta-feira (8), na Fatec, em Quixeramobim, CE, do I Seminário Regional de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Sertão Central, promovido pelo Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec). O encontro reuniu atores estratégicos com o objetivo de alavancar o desenvolvimento da região. Segundo o presidente do instituto, Silas Alencar, “foi um momento histórico por reunir em um mesmo espaço pessoas e instituições imprescindíveis para promover reais mudanças no atual cenário e contribuir para alcançar resultados que beneficiem a população cearense”.

.

Participaram do encontro os secretários estaduais Inácio Arruda (Ciência e Tecnologia e Educação Superior), Francisco Maia Junior (Planejamento) e Euvaldo Bringel (Agricultura, Pesca e Aquicultura), o prefeito de Quixeramobim Clébio Pavone Ferreira, além de gestores e técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará e Ematerce, professores e alunos da Fatec, agricultores e população em geral.

O diretor da Fatec, Jardel Paixão, destaca a parceria com a Embrapa Algodão como sendo uma das novidades que impactarão de forma direta a produção regional. “Queremos que a Fatec seja um campo de transferência de tecnologia, uma vitrine para que os agricultores conheçam a maneira correta de manejo do sistema água-solo-planta voltado para o cultivo do algodão no semiárido”, ressalta.

O Programa de modernização da cultura do algodão no Ceará, do Governo do Estado, será uma das estratégias para promover o desenvolvimento da região. No primeiro ano, o programa envolverá cerca de 500 produtores. A meta para a safra 2018 é cultivar 2 mil hectares de algodão em Quixeramobim, Quixadá e Senador Pompeu, municípios que já foram grandes produtores de algodão e agora buscam retomar o cultivo alinhados às novas técnicas de produção.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114