» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Sábado, 17 de fevereiro de 2018, 08h33

Exposição celebra o legado de Rondon


O Marechal Cândido Rondon tem seu nome ligado aos índios do nosso País, o que poucos sabem é que ele foi o primeiro brasileiro a organizar uma expedição científica. Entre os anos de 1910 e 1920, o explorador comandou um grupo que levou o telégrafo com fio até Rondônia, partindo de Cuiabá. Essa viagem gerou por volta de 150 publicações. O pesquisador da Embrapa Solos (Rio de Janeiro, RJ) Wenceslau Teixeira possui um grande acervo de obras ligado a Rondon e vai exibi-lo na biblioteca do centro de pesquisa carioca entre os dias 19 e 23 de fevereiro. “A Embrapa tem a ciência como base, assim sendo, faz todo sentido homenagearmos esse pioneiro da pesquisa na nossa biblioteca. Vale lembrar que em 2018 completamos 60 anos do seu falecimento”.

.

Na abertura da exposição, no dia 19, às 15h, haverá uma roda de conversa regada a chimarrão. Também no dia 19 e no dia 21, no mesmo horário, teremos a exibição de um documentário.

Entre as obras expostas, estarão uma edição autografada de ‘Uaupés: hidrografia - demografia – geopolítica’ (1945), do próprio Rondon, e os três volumes de ‘Índios do Brasil das cabeceiras do rio Xingu e dos rios Araguaia e Oiapóque’ (1953).

O Marechal esteve em grande parte das fronteiras brasileiras, e também é lembrado pela Expedição Científica Rondon-Roosevelt que, nos anos de 1913 e 1914, explorou o longo curso do "Rio da Dúvida" (renomeado mais tarde Rio Roosevelt), que nasce em Rondônia. O explorador também trabalhou no mapeamento dos estados do Mato Grosso e Rondônia e criou o Serviço de Proteção ao Índio (atual FUNAI).

A exposição de livros sobre o Marechal Cândido Rondon acontece na Embrapa Solos (Rua Jardim Botânico, 1024 – Jardim Botânico-RJ), entre 19 e 23 de fevereiro, das 15h às 16h. Mais informações no telefone (21) 2179-4507

Veja a relação completa das obras que estarão em exibição:

BIGIO, E. D. S. Cândido Rondon: a integração nacional. Rio de Janeiro: Contraponto - Petrobras, 2000.

BRASIL, A. Perigo na missão Rondon. 3. ed.: Editora Moderna, 1991. (Coleção Veredas, ).

BUCKER, H. J.; BUCKER, I. B. Nas pegadas de Rondon. 1. ed. Cuiabá: Entrelinhas, 2005.

COUTINHO, E. Rondon: o civilizador da última fronteira. 1. ed. Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, 1969.

DIACON, T. A. Rondon. Tradução de MOTA, L. T. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

GUSMÃO, C. D. Rondon. 1. ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio, 1942.

LASMAR, D. P. O acervo imagético da Comissão Rondon no Museu do Índio. 2. ed. Rio de Janeiro: Museu do Índio, 2011. (Publicação Avulsa do Museu do Índio, v.3).

MAGALHÃES, A. A. B. D. Impressões da Commissão Rondon: episódios inéditos e pouco vulgarizados,ocorridos durante as explorações e nos acampamentos da Comissão Rondon. Rio de Janeiro, 1921.

______. Pelos sertões do Brasil. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1930.

MAGALHÃES, A. B. D. Pelos sertões do Brasil. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1930.

MILLARD, C. River doubt: Theodore Roosevelt´s Darkest Journey. New York: Anchor books, 2005.

MOREL, C. M. Rondon: a construção do Brasil e a causa indígena. Brasília: Abravideo, 2009.

NUNES, J. M. D. S.; ADONIAS, I. Real Forte Princípe da Beira. São Paulo: Fundação Emílio Odebrecht, 1985.

OLIVAR, J. Caminhos de Rondon. Porto Velho: Grafica Imediata, 2014.

______. A cidade que não existe mais. Porto Velho: Temática Editora, 2015.

PAIVA, M. G. D. A grande aventura de Rondon. Rio de Janeiro: INL - MEC, 1971. (Coleção Documentos, v.1).

PINHEIRO, E. Á sombra de Rondon e Juarez. 1. ed. São Paulo: Edicon, 1985.

RIBEIRO, D. O indigenista Rondon. 1958.

______. Cândido Mariano da Silva Rondon. São Paulo: Global, 2017.

RONDON, C. Na Rondônia Ocidental. 5. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1938. (Coleção Brasiliana, v.130).

RONDON, C. M. D. S. Conferencias da Comissão de linhas telegraphicas estrategicas de Matto Grosso ao Amazonas. Rio de Janeiro: Typographia do Jornal do Comércio, 1916.

______. Índios do Brasil das cabeceiras do rio Xingu e dos rio Araguaia e Oiapóque. 1. ed. Rio de Janeiro: Conselho Nacional de Proteção aos Índios - Ministério da Agricultura, 1953. (Serviço de Proteção ao Índio, v. 98).

______. Missão Rondon: apontamentos sobre os trabalhos realizados pela Comissão de Linhas Telegráficas Estratégicas de Mato Grosso ao Amazonas. 1. ed. Brasília: Senado Federal, 2003. (Edições do Senado Federal, v.8).

RONDON, F. Uaupés: hidrografia - demografia - geopolítica. Rio de Janeiro: Imprensa Militar, 1945.

RONDON, F. A. Amazônia Brasileira. I Prolemas regionais. Rio de Janeiro: Record, 1980.

ROOSELVELT, T. Nas selvas do Brasil. Tradução de JUNIOR, L. G. Belo Horizonte: Itatiaia - USP, 1976. (Coleção Reconquista do Brasil, v. 35).

ROOSEVELT, T. Nas selvas do Brasil. Tradução de JÚNIOR, L. G. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, 1943.

______. Através do sertão do Brasil Tradução de ERICHSEN, C. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1944. (Coleção Brasiliana, v. 232).

______. Nas selvas do Brasil. Tradução de JUNIOR, L. G. Belo Horizonte: Itatiaia - USP, 1976. (Coleção Reconquista do Brasil, v. 35).

ROQUETTE-PINTO, E. Rondônia. 3. ed.: Companhia ed1, 1935.

______. Rondônia. 6. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1975. (Brasiliana, v.39).

TACCA, F. D. A imagética da Comissão Rondon. Campinas: Papirus, 2001. (Campo Imagético).

VELLSACO, A. Rondon: uma glória nacional. 1. ed. Rio de Janeiro: O autor, 1991.

VETILLO, E. Rondon: o desbravador do Brasil. Cortez Editora, 2013.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114