» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quinta, 18 de maio de 2017, 09h27

Secid notifica empresa para início de obras em Poxoréu


Assessoria e Rafaella Zanol Secid-MT
.

A Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) emitiu a primeira advertência à empresa A.I. Fernandes Serviços de Engenharia Eireli, devido ao atraso no início das obras de ampliação e reestruturação do Balneário Lagoa, 3ª etapa, no município de Poxoréu (270 km a Sudeste de Cuiabá). O aviso solicita a apresentação de cronograma para recomposição dos trabalhos.

A ordem de serviço para terceira etapa dos trabalhos do complexo turístico Balneário Lagoa de Poxoréu foi assinada no dia 28 de abril pelo engenheiro da empresa Marloísio Pereira Alves, durante cerimônia realizada no local, porém a obra não foi iniciada.

O secretário das Cidades, Wilson Santos, fez cobranças enfáticas ao proprietário da empresa, o engenheiro Ildecio Fernandes, durante reunião na manhã desta quarta-feira (17.05), na sede da Secid. O chefe da pasta explica que a notificação é uma cobrança oficial para garantir a entrega total da obra dentro do prazo estabelecido. “A reestruturação deveria ser iniciada após a assinatura, mas nada foi realizado e não podemos ficar com esse prejuízo, por isso estou notificando a empresa. Nós conversamos com os empresários e advertimos para que apresente o mais breve possível, um novo cronograma físico-financeiro para o andamento da obra conforme os prazos”, explica Wilson.

Após a conversa, a empreiteira comprometeu a repactuar o cronograma e garantiu que os trabalhos em Poxoréu iniciarão na próxima segunda-feira (22.05).

Também participaram da reunião o secretário de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes, vice prefeito de Poxoréu, Marlon Cesar, equipe técnica da Secid-MT e engenheiros da A.I. Fernandes.

Balneário Lagoa

A construção do balneário está dividida em três etapas, as duas primeiras de responsabilidade da Prefeitura de Poxoréu, com recursos provenientes do Ministério do Turismo, disponibilizados via Caixa Econômica Federal (CEF). Já a última fase receberá investimentos do Governo de Mato Grosso, e contempla a construção de um centro de eventos, sanitários, restaurante, bebedouros, guarita, cascata e piscina natural, urbanização e paisagismo, e quadra de areia. Os trabalhos serão tocados pela empresa AI Fernandes Serviços de Engenharia Erireli-EPP e fiscalizados pela Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT). Ao custo de R$ 3,5 milhões, os trabalhos da terceira etapa têm prazo de 300 dias para serem executados.

A reestruturação do local é aguardada há mais de 10 anos pelos cerca de 16 mil habitantes do município e fará homenagem a Suelves Antônio Fernandes, (irmão do secretário Suelme), que foi vítima de afogamento no local, há 30 anos. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114