Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Segunda, 30 de outubro de 2017, 10h26

Projeto de Lei prevê implantação de Farmácia Solidária em Sinop


.

O Projeto de Lei de nº 139/2017, de autoria do vereador Ademir Bortoli (PMDB), em parceria com universidades públicas e entidades, têm como objetivo facilitar o acesso a medicamentos para a população carente de Sinop.

O projeto prevê que os medicamentos recebidos no centro de distribuição (Farmácia Popular) passem por triagem, sejam catalogados e selecionados de acordo com sua validade, estado de conservação e, por fim, distribuídos gratuitamente.

A Lei visa incentivar o cidadão a doar medicamentos domésticos não utilizados na totalidade, seja pelo fim do tratamento prescrito ou por compra em quantidade maior que a necessária, pois ao retirar os remédios dos lares, reduzem-se as chances de automedicação, intoxicações e destino incorreto dos medicamentos.

Para o farmacêutico, Jeandson Carneiro, é muito importante para a sociedade que uma lei como esta seja aprovada. "Essa sobra em contra partida poderá ser distribuída a população carente que precisa e não tem como adquirir medicamentos, que muitas vezes são destinados de forma incorreta pelas pessoas", explicou Carneiro.

Ademir Bortoli salientou que o projeto, além de ajudar quem precisa de medicação e não tem condições de comprar, também promoverá a conscientização quanto à destinação correta dos remédios. "É apenas uma questão organizacional do Município. Por meio da lei haverá uma conscientização mais abrangente quanto ao desperdício e economia", concluiu o vereador.

Ainda poderá haver doações de medicamentos dentro do prazo de validade por parte das drogarias, distribuidoras, indústrias farmacêuticas e médicos, com o intuito de atender um número maior de pessoas.

Os remédios vencidos poderão também ser entregues no centro de distribuição para que sejam devidamente descartados.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114