Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quarta, 01 de novembro de 2017, 09h04

Fórum de Cáceres realiza Corrida do Judiciário


.

Em comemoração ao Dia do Servidor Público (28 de outubro), o Fórum da Comarca de Cáceres (225km a oeste de Cuiabá) promoveu no último sábado a “2ª Corrida e Caminhada do Poder Judiciário”. A iniciativa teve o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prática de exercícios físicos.

As inscrições foram feitas mediante a doação de dois quilos de alimento não perecível e todos os participantes ganharam uma camiseta.

Com início às 7h, a corrida teve um percurso de 5,5 quilômetros, saindo do Fórum, seguindo pela Avenida Sete de Setembro até a rotatória do bairro DNER. Já a caminhada teve percurso de 3 quilômetros, também saindo do Fórum, seguindo pelo Centro e bairro Cavalhada. As duas modalidades esportivas terminaram no mesmo local da largada, ou seja, no Fórum de Cáceres.

Segundo a gestora-geral da Comarca de Cáceres, Odanil Jara Gomes Corbelino, a corrida foi um sucesso. “Tivemos mais de 300 participantes e recebemos mais de 600 quilos de alimentos para doar para as famílias de bairros carentes. Estamos fazendo a campanha para o Natal Solidário e a doação de todo alimento arrecadado até lá será feita no dia 20 de dezembro. Tem muita gente que precisa”, afirma.

Odanil Corbelino salienta ainda que a iniciativa, que teve início no ano passado, já tem programação garantida para 2018. “Gostamos muito do evento e ano que vem vamos ter corrida de novo. O Tribunal nos apoiou, doando as camisetas, e todos os juízes aqui do Fórum também. Com a colaboração de todos foi possível arrecadar muitos alimentos”.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114