» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Segunda, 13 de novembro de 2017, 12h06

Estado deve realizar 8 mil consultas e mais de 6 mil cirurgias em Rondonópolis


Foto: Mayke Toscano
.

A região Sul de Mato Grosso será mais uma vez contemplada com uma edição da Caravana da Transformação. Desta vez, Rondonópolis recebe o evento entre os dias 3 e 17 de dezembro, no estacionamento do Estádio Engenheiro Luthero Lopes. Diferente da primeira edição do ano, que ocorreu em Jaciara, e teve duração de 11 dias, a 11ª edição do evento dobrará a capacidade de atendimentos e terá duração de 15 dias.

Em Jaciara também foram realizadas pouco mais de 7.400 consultas e aproximadamente 3.900 cirurgias, em uma estrutura de 6 mil m². Já em Rondonópolis, o Estado deve realizar 8 mil consultas e mais de 6.400 cirurgias, em uma estrutura de 12 mil m². Essa estimativa foi divulgada durante a reunião com secretários de Saúde dos 19 municípios beneficiados, que ocorreu na última sexta-feira (10.11), em Rondonópolis.

Na oportunidade, o coordenador-geral da Caravana e secretário de Estado do Gabinete de Governo, José Arlindo de Oliveira, fez questão de lembrar das mudanças ocorridas desde a Caravana de Jaciara, entre elas a necessidade de regulação dos pacientes, fator que auxilia no planejamento e na organização do evento e, principalmente, cria a série histórica de atendimentos em oftalmologia.

“Mato Grosso nunca recebeu recurso do Governo Federal, pois nunca conseguiu criar a série histórica de atendimentos em oftalmologia. Com a Caravana da Transformação estamos conseguindo tornar isso realidade: pela primeira vez o Estado possui uma rede de atendimentos nessa especialidade”, explicou o coordenador-geral.

Arlindo também elogiou a organização do município-sede, que montou uma equipe de trabalho exclusiva para atuar nos preparativos e durante os dias de evento. Ainda segundo o coordenador, a iniciativa “sela a parceria entre Estado e municípios beneficiados”, fundamental para que o evento tenha êxito.

O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio pediu a união de todos os municípios para a realização da “maior Caravana que o Estado vai realizar”. Pátio também defendeu que Rondonópolis dará apoio a todos os municípios beneficiados pela iniciativa, com uma equipe especialmente designada para os cuidados no atendimento destes.

“Envolvi toda a prefeitura não só para atender a Caravana, mas também para apoiar os municípios. Não aceito que algum companheiro de qualquer município, por menor que seja, não tenha um tratamento digno aqui em Rondonópolis, porque sabemos que quem está ganhando com a vinda da Caravana somos todos nós”, destacou o prefeito.

Durante a reunião foram abordados temas como os critérios de atendimento, a quantidade de vagas e o dia de atendimento de cada município, a estrutura oferecida, os alojamentos dos quais os pacientes dos municípios com mais de 200 km de distância podem utilizar e o transporte e alimentação destes pacientes, que é uma contrapartida de cada município.

Apesar da Caravana já ter sido realizada na região, esta é uma oportunidade nova para dois municípios: Araguainha, que levará 50 pacientes, e Primavera do Leste, com 500 pacientes. No caso de Primavera, grande parte destes pacientes, 400 deles, já estão diagnosticados com pterígio e 100 com catarata.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Laura Leandra de Queiroz, Primavera do Leste não teria condições para executar essa quantidade de cirurgias se não fosse a Caravana da Transformação. Com o evento, o município economizará aproximadamente R$ 400 mil, que é a média de gastos para zerar a fila de espera com o hospital conveniado.

“Dar ao usuário do SUS o direito de enxergar novamente é de suma importância e a Caravana está sendo fundamental para que os municípios assegurem este direito aos seus cidadãos”, destacou a gestora.

Como ser atendido

Para ser atendido durante a 11ª edição da Caravana da Transformação, o paciente deve ter acima de 55 anos de idade, em caso de catarata ou ter idade acima de 30 anos e pterígio a partir do grau II. O paciente deve procurar a Secretaria Municipal de Saúde ou o PSF mais próximo com identidade e Cartão SUS.

Além de Rondonópolis, os municípios de Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Paranatinga, Pedra Preta, Poxoréo, Primavera do Leste, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro também serão atendidos nos dias de evento.

Calendário

As consultas e exames oftalmológicos serão realizados de 3 a 10 de dezembro. Já as cirurgias agendadas acontecem de 4 a 17 de dezembro. Os atendimentos de Cidadania, em que mais de 60 serviços são oferecidos, entre eles a confecção de identidade, CPF, Carteira de Trabalho, cortes de cabelo, palestras, exposições, Mutirão Fiscal, entre outros, serão nos dias 7, 8 e 9 de dezembro.

Diálogo com municípios

Além da reunião com gestores de Saúde, o Governo do Estado também esteve entre os dias 6 e 9 de novembro em cada um dos 19 municípios beneficiados, para se reunir com prefeitos, vereadores e lideranças da região com o objetivo de mobilizar cada cidade com a vinda da Caravana. Além disso, também foram ouvidas as principais demandas da região, já que o governador Pedro Taques deve percorrer parte dos municípios durante a 11ª edição do evento.

O trabalho de diálogo com os municípios é coordenado pela secretária Adjunta de Articulação Política, Paolla Reis e equipe, vinculada à Casa Civil.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114