Artigos

Tudo bacaninha
Marcos Bidoia
Público e privado
Jairo Pitolé Sant'Ana
CPI do Paletó e a forma indecorosa
Gilberto Figueiredo
O trabalho do CRO é proteger a sociedade
Luiz Evaristo Ricci Volpato
AL trabalhando pelo fim dos conflitos agrários
Elvis Klauk Jr.
» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quarta, 07 de fevereiro de 2018, 16h52

Famílias são despejadas de acampamentos rurais em Cáceres e Juína


O início de fevereiro de 2018 foi marcado pelo despejo de mais de 130 famílias em acampamentos rurais nos municípios de Cáceres (215 km de Cuiabá) e Juína (735 km da Capital). Na luta pelas terras improdutivas, os trabalhadores rurais perderam para empresários e grandes fazendeiros e terão de deixar o lugar onde criaram animais e fizeram pequenas plantações.

 

Despejados da Gleba Rio Verde, em Juína, cerca de 30 famílias não têm para onde ir. Eles ocuparam a região em 2003, em uma extensão vaga, de um assentamento estabelecido pelo Instituto nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Mesmo com 15 anos de ocupação da área, no dia 2 de fevereiro, por determinação do Poder Judiciário, tiveram que desocupar as terras e retirar os currais, tanques de peixes, plantações e casas construídas.

 

Em Cáceres, no Acampamento Renascer, mais de 100 famílias trabalham há sete anos na área de 2.600 hectares. Laudos técnicos do Incra comprovaram três vezes que a terra era improdutividade, a partir de então passou a ter criações de porcos, galinhas e hortas de subsistência. Ainda com essas comprovações de utilização da terra, o terceiro despejo dessas famílias ocorreu em 01 de fevereiro.

 

"Pessoas que construíram as suas vidas, seus sonhos nessas áreas, estão sem saber para onde ir, porque a Justiça não falha em atender os interesses de quem tem poder econômico. Apoiamos a luta dos sem-terra, que apenas querem um lugar para poder sobreviver a partir do seu trabalho", enfatiza o diretor regional do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), Carlito Pereira da Rocha.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114