» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quarta, 11 de abril de 2018, 03h37

Projeto de extensão realiza coleta de medicamentos em Sinop


O grupo de Farmácia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Câmpus de Sinop, em parceria com o Rotary Club de Sinop Teles Pires, desenvolve o projeto de extensão “Farmácia Solidária”. O objetivo é coletar os medicamentos em pontos estabelecidos e depois dispensá-los (ato de entrega por profissional com a especificação de utilização) a comunidade, a partir de apresentação de receituário médico.

Segundo a coordenadora do projeto e farmacêutica do Câmpus de Sinop, Morenna Giordani, o objetivo do projeto é conscientizar a população quanto à importância do ato da solidariedade, retirar medicamentos em desuso dos lares, evitar a automedicação e o consumo inadequado de medicamentos. “Pretende-se, também, evitar o descarte inadequado ao meio ambiente, promover o acesso aos medicamentos pelas populações mais vulneráveis de Sinop, fornecer estágio de dispensação e atenção farmacêutica aos acadêmicos do curso de Farmácia”, completa.

A entrega é feita em 12 caixas de coleta distribuídas em Sinop. A coordenadora explica que que as pessoas levam os medicamentos aos locais e que eles passam por uma triagem a cada 15 dias. “Até o momento, recebemos 17.570 unidades de medicamentos sólidos [como comprimidos, cápsulas, drágeas ou sachês] e 694 mL de xaropes, suspensões, colírios e ampolas”, esclarece. No primeiro atendimento realizado na semanada passada, quatro pacientes foram atendidos e 248 unidades de medicamentos sólidos e 100 mL de xaropes foram dispensados.

Tipo de medicamentos

A farmacêutica informa que não há nenhum tipo de restrição a doação, ou seja, todo o tipo de medicamento é recebido, incluindo os que não necessitam de prescrição e os que têm uso contínuo. “O projeto está recebendo todo o tipo de medicamento. Para comprimidos e cápsulas por exemplo quando estão dentro dos critérios de qualidade, com dados de rastreabilidade e validade, estes são destinados a Farmácia Solidária. Já medicamentos líquidos ou semi-sólidos quando já abertos, são destinados ao descarte correto em aterro sanitário licenciado para esse tipo de resíduo, independente da validade”, aponta ela, indicando que até medicamentos próximo ao vencimento são recebidos. “O mais importante é conscientizar que se seu tratamento foi trocado por seu médico ou por algum outro motivo foi necessário interromper o tratamento com determinada medicação, não se deve deixar essas medicações em casa. Procure um local para efetuar a doação”, complementa.

Locais de dispensação e retirada

A retirada dos medicamentos só é feita com a apresentação do receituário médico e será feita sempre às sextas-feiras, das 7h às 11h30, na Farmácia Regional Itaúbas, na Avenida das Itaúbas, esquina com a Rua dos Eucaliptos.

Os interessados em dispensar os remédios que já não são mais utilizados podem procurar os seguintes pontos de coleta: Hospital Dois Pinheiros; Maternidade Jacarandás; Hospital Santo Antonio; Gazin (Loja Centro); Gazin (Loja São Cristovão); Casa Aurora (Centro); Casa Aurora (André Maggi); Farmácia Regional Jacarandás; Farmácia Regional Umuarama; Farmácia Regional André Maggi; Igreja Batista Getsêmani; e Igreja Católica (Catedral).


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114