Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Segunda, 14 de maio de 2018, 12h35

Servidores de Peixoto fazem curso sobre PJe


A equipe de instrutores da Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) ofereceu o curso de capacitação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) para os profissionais das comarcas de Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), Cáceres (225km a oeste de Cuiabá) e Capital. A instrução se dá por conta da implantação do sistema nas varas cíveis destas unidades judiciárias.

Ministrado nos dias 10 e 11 de maio, a capacitação totalizou 16 horas/aula e ofereceu aos servidores conhecimentos preliminares para o uso das ferramentas do PJe. “O treinamento abrangeu todo o perfil dos servidores que trabalham nessa área. Eles devem sair dessa capacitação com capacidades de operar o sistema com agilidade o que levar boa prestação jurisdicional aos cidadãos que utilizam os serviços do Poder Judiciário”, disse a instrutora Milena Vale Rodrigues.

Para a servidora de Peixoto de Azevedo, Amanda Silva, o treinamento foi essencial para a boa prestação jurisdicional. “Essa capacitação é muito importante e creio que tivemos uma noção muito abrangente do que fazer e como utilizar o sistema do Pje. A forma como a instrutora nos repassou essas informações técnicas foi muito didática. Eu estava com muitas dúvidas sobre a utilização do sistema”, comentou.

Além dela, o analista judiciário da 11ª Vara Civil de Cuiabá, Danilo Gusmão, enalteceu o trabalho da Escola dos Servidores. “O curso está sendo muito compreensível, será muito útil para todos nós e certamente trará um trabalho mais ágil e eficiente para todo o Poder Judiciário”, apontou.

As próximas capacitações devem ser direcionadas para magistrados e assessores das 1ª e 2ª Vara Cíveis das Comarcas de Canarana (823 km a leste de Cuiabá), Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) e Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá).
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114