» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Sexta, 22 de junho de 2018, 11h33

Reeducandos trabalham em revitalização de campus da Unemat


Um grupo de reeducandos da unidade prisional masculina de Cáceres está trabalhando nos serviços de revitalização do campus Jane Vanini da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

São realizados os serviços de podas nas árvores do pátio, jardinagem nos canteiros e o plantio de arbustos circundando assim toda a extensão do campus, além da recuperação de luminárias e a pintura de postes e calçadas. Também serão reformados ou substituídos os bancos de concreto e as lixeiras, uma parceria com comerciantes da cidade.

De acordo com o diretor da unidade prisional, Welton Ribeiro, a parceria com a Unemat é resultado do projeto Escola Limpa, em que os internos fazem limpeza, pintura e reparos em instituições de ensino da cidade. Os reeducandos são acompanhados por agentes penitenciários durante a execução dos serviços.

Os serviços no campus da Unemat incluem também a cobertura com sobras de brita nos estacionamentos e na área aos fundos dos prédios, e no estacionamento de funcionários, em parceria com a Secretaria de Obras de Cáceres e com a iniciativa privada.

Conforme estabelece a Lei de Execuções Penais, o recuperando que trabalha tem direito à remição em sua pena. A cada três dias trabalhados, ele tem direito a um dia de redução na pena que cumpre. Estas informações são remetidas ao juiz executor da pena a quem cabe homologar a atividade.

Trabalhos extramuros

Em Cáceres, os presos da unidade masculina atuam em diversas frentes de trabalho extramuros, como serviços para a prefeitura, Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, Fórum municipal, canil da Fronteira e Polícia Ambiental.

Atualmente, cerca de 60 deles trabalham de segunda a sexta-feira nas autarquias Multi Park, que faz a coleta de lixo na cidade, empresas Eletroconstro e GM 10, responsáveis pela limpeza das ruas e a concessionária Águas do Pantanal, que presta serviço de água e esgoto na cidade.

Welton explica que são liberados para a ação os internos que já cumpriram 1/6 da pena e que têm bom comportamento. A liberação é feita mediante autorização da Justiça local. “Além disso, eles ainda recebem a remição da pena”, informa o diretor, acrescentando que os internos gostam desse trabalho porque as famílias se sentem orgulhosas pelos serviços que estão prestando à sociedade.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114