» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Segunda, 25 de junho de 2018, 15h41

Cavalhada de Poconé reúne milhares de pessoas no fim de semana


Maurício Barbant
.

Mais uma edição da tradicional Cavalhada de Poconé foi realizada neste domingo (24), no Clube Cidade Rosa. Defensor da cultura mato-grossense, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) prestigiou o evento ressaltando a importância de manter viva essa tradição, que reúne milhares de pessoas e fomenta a economia local.

Realizada por famílias da cidade, a Cavalhada de Poconé tem o apoio da Assembleia Legislativa, Prefeitura Municipal, Câmara dos Vereadores e o comércio local. Ela faz parte da Festa de São Benedito, que durante uma semana movimenta a cidade com diversos atrativos. A Cavalhada se tornou referência na região pantaneira e é um dos momentos mais esperados da festa. Neste ano, a organização ficou sob o comando dos festeiros Victor Prado Silva, Carlina Falcão e o capitão do Mastro, Gabriel Lobo Silva, além da jovem rainha Ana Vitória Silva Campos Pedroso.

“A parceria é muito importante para ajudar a manter as nossas tradições. A cavalhada faz parte da nossa cultura e o deputado Botelho nos deu grande apoio à realização desse evento, que é bastante esperado pela população o ano inteiro (no período, as mães dos cavaleiros bordam as roupas) e durante a festa recebemos milhares de pessoas que ajudam a fomentar nossa economia”, destaca o festeiro Victor Silva.

O presidente Botelho acompanhou de perto a batalha entre mouros e cristãos para salvar a rainha. “A Cavalhada é nossa festa tradicional, assim como o Siriri e Cururu. São festas que já estão no calendário mato-grossense e temos que contribuir para que seja cada vez mais forte, um momento de alegria e lazer”, disse Botelho.

O deputado federal Fábio Garcia (DEM) também acompanhou o evento. “É um prazer voltar a Poconé nessa que é uma das maiores manifestações culturais de Mato Grosso, festa maravilhosa que tive oportunidade de participar em edições anteriores, e contribuir todos os anos com emendas”, disse.

O prefeito Tatá do Amaral lembrou que a festa é da cultura poconeana. “Estamos aqui, através dos festeiros que a organizam o ano inteiro, e queremos agradecer a parceria da Assembleia Legislativa e governo do estado, bem como parabenizar a população que está aqui prestigiando”.

“Nossas pousadas e hotéis são sempre ocupados por diversos turistas de outras regiões e os restaurantes e o comércio registram aumento nas vendas. Então, o evento proporciona ganhos para todos”, afirmou o secretário de Turismo e Cultura de Poconé, Manoel Salvador Pereira Leite.

História - Trazida ao Brasil pelos padres jesuítas em 1826, as Cavalhadas são uma representação das lutas travadas entre cristãos e mouros, quando o exército muçulmano, depois de conquistar Portugal e Espanha, resolveu invadir a França. São várias versões para o surgimento das cavalhadas.

Em Poconé se mantém a versão de que a batalha teve início após o sequestro da rainha moura pelos cristãos, em troca da conversão dos mouros ao cristianismo. Como nenhum dos lados cedeu, essa batalha medieval passou a ser retratada em diversas cidades do Brasil.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114