» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Sábado, 30 de junho de 2018, 17h43

Trabalhos apresentados na Mostra de Saúde revelam boas práticas


.

A 1ª Mostra Regional de Saúde realizada nos dias 25 e 26 de junho, em Barra Garças, revelou boas práticas desenvolvidas por profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) na região Garças Araguaia dentro da atenção básica à saúde. Durante os dois dias de evento, que recebeu mais de 600 inscrições e centenas de visitantes, foram apresentados 91 trabalhos desenvolvidos por profissionais da rede municipal e de iniciativa da comunidade acadêmica.

A mostra teve por objetivo promover o intercâmbio e a troca de experiências entre os profissionais da saúde dos municípios e demais parceiros da área de abrangência da Região de Saúde Garças Araguaia, fortalecendo essas relações, além de identificar e refletir as problemáticas e possibilidades que possam contribuir para a consolidação do SUS.

Um dos trabalhos premiado em 2º luga se refere à gravidez na adolescência. O alto índice na região levou a psicóloga Cintia Carneiro, a assistente social Camila Lima e a nutricionista Reylla Cardoso, do Núcleo de Apoio Saúde da Família de Ponte Branca, a colocar em prática uma ação específica com a finalidade de reverter o quadro.

Responsável pela apresentação do trabalho, Reylla Rodrigues Cardoso de Oliveira explica que o projeto vem sendo desenvolvido com grupos de adolescentes e jovens em parceria com escolas municipais do município, junto com o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

 

“A equipe de saúde vem acolhendo as gestantes quinzenalmente, trabalhando planejamento familiar com orientações e prevenções, sobre as consequências da gravidez precoce e desenvolvendo cursos, atividades físicas e laborais, para prevenções a futura gravidez indesejada”, relata Reylla Oliveira. Uma vez grávida, as adolescentes e jovens são motivadas a continuar participando dos grupos e das consultas de pré-natal.

Segundo as profissionais, a gravidez na adolescência não apenas cria obstáculos para o desenvolvimento psicossocial das jovens meninas, como se associam a resultados deficientes na saúde, e um maior risco de morte materna. Mato Grosso é caracterizado como o segundo estado no ranking de gravidez precoce. Um levantamento dos dez municípios da região Garças Araguaia, dos anos de 2012 à 2017, mostra que houve um crescimento de gestação de gravidez nas faixas etárias de 10 a 14 anos e de 15 a 19 anos de idade.

Mais trabalhos

A 1ª colocação dos trabalhos apresentados foi “Promoção e prevenção do câncer de colo do útero em Ribeirãozinho”, protagonizado por profissionais da Secretaria de Saúde do município. A 3ª colocação ficou com A vivência de uma equipe multiprofissional em um Centro Especializado em Reabilitação (CER II), de autoria de profissionais do Centro Especializado em Reabilitação (CER-II/Barra do Garças); o 4º lugar com “Perfil dos pacientes atendidos pelo Programa Melhor em Casa no município de Barra do Garças/MT”, do Perfil dos pacientes atendidos pelo Programa Melhor em Casa no município de Barra do Garças/MT; e o 5º com “A importância da prática do exercício físico diário na terceira idade e a influência desse público na Atenção Básica”, do Centro de Reabilitação Izolino Gomes Jardim, de Torixoréu.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114