» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Sábado, 30 de junho de 2018, 17h43

Trabalhos apresentados na Mostra de Saúde revelam boas práticas


.

A 1ª Mostra Regional de Saúde realizada nos dias 25 e 26 de junho, em Barra Garças, revelou boas práticas desenvolvidas por profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) na região Garças Araguaia dentro da atenção básica à saúde. Durante os dois dias de evento, que recebeu mais de 600 inscrições e centenas de visitantes, foram apresentados 91 trabalhos desenvolvidos por profissionais da rede municipal e de iniciativa da comunidade acadêmica.

A mostra teve por objetivo promover o intercâmbio e a troca de experiências entre os profissionais da saúde dos municípios e demais parceiros da área de abrangência da Região de Saúde Garças Araguaia, fortalecendo essas relações, além de identificar e refletir as problemáticas e possibilidades que possam contribuir para a consolidação do SUS.

Um dos trabalhos premiado em 2º luga se refere à gravidez na adolescência. O alto índice na região levou a psicóloga Cintia Carneiro, a assistente social Camila Lima e a nutricionista Reylla Cardoso, do Núcleo de Apoio Saúde da Família de Ponte Branca, a colocar em prática uma ação específica com a finalidade de reverter o quadro.

Responsável pela apresentação do trabalho, Reylla Rodrigues Cardoso de Oliveira explica que o projeto vem sendo desenvolvido com grupos de adolescentes e jovens em parceria com escolas municipais do município, junto com o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

 

“A equipe de saúde vem acolhendo as gestantes quinzenalmente, trabalhando planejamento familiar com orientações e prevenções, sobre as consequências da gravidez precoce e desenvolvendo cursos, atividades físicas e laborais, para prevenções a futura gravidez indesejada”, relata Reylla Oliveira. Uma vez grávida, as adolescentes e jovens são motivadas a continuar participando dos grupos e das consultas de pré-natal.

Segundo as profissionais, a gravidez na adolescência não apenas cria obstáculos para o desenvolvimento psicossocial das jovens meninas, como se associam a resultados deficientes na saúde, e um maior risco de morte materna. Mato Grosso é caracterizado como o segundo estado no ranking de gravidez precoce. Um levantamento dos dez municípios da região Garças Araguaia, dos anos de 2012 à 2017, mostra que houve um crescimento de gestação de gravidez nas faixas etárias de 10 a 14 anos e de 15 a 19 anos de idade.

Mais trabalhos

A 1ª colocação dos trabalhos apresentados foi “Promoção e prevenção do câncer de colo do útero em Ribeirãozinho”, protagonizado por profissionais da Secretaria de Saúde do município. A 3ª colocação ficou com A vivência de uma equipe multiprofissional em um Centro Especializado em Reabilitação (CER II), de autoria de profissionais do Centro Especializado em Reabilitação (CER-II/Barra do Garças); o 4º lugar com “Perfil dos pacientes atendidos pelo Programa Melhor em Casa no município de Barra do Garças/MT”, do Perfil dos pacientes atendidos pelo Programa Melhor em Casa no município de Barra do Garças/MT; e o 5º com “A importância da prática do exercício físico diário na terceira idade e a influência desse público na Atenção Básica”, do Centro de Reabilitação Izolino Gomes Jardim, de Torixoréu.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114