» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quarta, 26 de setembro de 2018, 10h55

Em ato de entrega da MT-100 a concessionária, prefeito lembra 'estado de calamidade'


.

O prefeito Gustavo Melo (PSB) criticou o Governo de Mato Grosso por conta das condições da MT-100 entre os municípios de Alto Araguaia e Alto Taquari (região Sudeste). O desabafo ocorreu nessa segunda-feira (24) durante cerimônia em que a Via Brasil MT-100 Concessionária de Rodovias S/A recebeu o trecho de 111,9 km. O gestor lembrou as dificuldades enfrentadas por trabalhadores e usuários da rodovia, que devido à falta de manutenção está tomada por buracos.

"Nós, de Alto Araguaia, não medimos esforços nas lutas pela MT-100. A rodovia está em um estado crítico, lamentável. Chegou a hora de o Estado repassar esse trecho para concessionária. Esperamos que as obras sejam iniciadas o mais rápido possível, porque não aguentamos mais essa calamidade em que se encontra esse trecho. O Governo do Estado não deu conta de fazer a manutenção. Em Alto Araguaia residem cerca de mil trabalhadores que vão a Alto Taquari todos os dias e enfrentam o caos que está a rodovia. O Estado adotou modelo de concessão. Queremos que as pessoas se desloquem da melhor maneira possível, com segurança e tranquilidade", disse.

O prefeito comemorou o repasse da rodovia à Concessionária Via Brasil e acredita em uma 'nova era' para Alto Araguaia, principalmente com a geração de emprego e renda. "Desejamos boas-vindas à Concessionária Via Brasil e nos colocamos à disposição. Além assegurar o escoamento da produção e a circulação segura de pessoas e mercadorias, a recuperação vai reaquecer a economia local, vai gerar novos empregos e aumentar a arrecadação para a prefeitura através do imposto sobre serviços", observa.

O presidente do Conselho de Administração do Consórcio Via Brasil MT-100, Mario Vieira Marcondes Neto, detalhou os primeiros passos visando a recuperação do trecho. Segundo ele, em um primeiro momento as frentes de serviço atuarão na limpeza da faixa de domínio e reconstrução do trecho de 25 km partindo de Alto Araguaia.

"Vamos refazer totalmente a rodovia, começando pelos 25 km entre os dois municípios que estão em estado crítico. A princípio faríamos uma operação tapa-buracos emergencial neste trecho, mas decidimos iniciar a reconstrução imediata do pavimento, pois contabilizamos exatos 4. 912 buracos e quando chegássemos ao final os primeiros já teriam que ser refeitos. Portanto, vamos entrar direto no trabalho de reconstrução deste trecho crítico e em seguida os demais. Em um ano, vamos entregar uma rodovia em condições ideais de tráfego", explicou. Segundo ele, o objetivo é de concluir essas obras emergenciais até dezembro. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114