» mais
Comentar           Imprimir
Interior de MT
Quinta, 25 de abril de 2019, 10h03

Judiciário em Movimento atende mais de 10 mil pessoas em Rondonópolis


.

Foram atendidas 10.674 pessoas durante a primeira edição do projeto Judiciário em Movimento realizado em Rondonópolis pelo Poder Judiciário de Mato Grosso em parceria com a Prefeitura Municipal. Durante uma semana, de 8 a 12 de abril, foram realizadas atividades de acesso à Justiça e ofertados serviços de cidadania em cinco regiões da cidade.

“O projeto atingiu seus objetivos. Ele representa o movimento do Judiciário como o próprio nome diz. É a Justiça indo aos locais onde a população pode ter um atendimento mais fácil, com menos gastos e que tem acesso a todos os serviços do Poder Judiciário e dos parceiros”, avalia o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, idealizador do projeto.

O inicio dos atendimentos foi na Praça Brasil, no Centro da cidade; depois foram realizados na Escola Municipal Irmã Elza, na Vila Mineira; no Centro de Educação Unificado (CEU), Jardim Margarida; no Oratório Dom Bosco; e o encerramento ocorreu no Parque Universitário e na Escola Municipal Bernardo Venância Carvalho, no Jardim Liberdade.

Um dos serviços mais procurados foram os ofertados pelo Judiciário Volante Ambiental (Juvam) e Secretária Municipal de Meio Ambiente. Ao todo, 4028 rondopolitanos foram impactados com alguma ação destes parceiros. Como doação de mudas, palestras relativas à proteção ambiental e orientações de sustentabilidade.

Serviços oferecidos pelo Centro Judiciário de Soluções de Conflitos (Cejusc) foram bastante acessados, somando 1769 atendimentos como divórcios consensuais, agendamentos de sessões de conciliação e mediação, orientações, encaminhamentos e consultas dos andamentos processuais.

O projeto Pai Presente procedeu 179 atendimentos, com o objetivo de estimular o reconhecimento de paternidade de crianças que não tem o nome do pai no registro e a Justiça Eleitoral recebeu 492 pessoas para tirar dúvidas ou emitir guias de quitação eleitoral.

O coordenador estadual do Judiciário em Movimento, juiz auxiliar da presidência, Agamenon Alcântara Moreno Júnior, adiantou que a edição de Rondonópolis servirá de referência para os próximos eventos e que os resultados alcançados serão analisados para reproduzir a dinâmica ou reestruturar em outros locais.

A ideia é realizar o projeto em mais três Comarcas em 2019. A próxima edição está prevista para ocorrer em junho em Cuiabá 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114