» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Segunda, 08 de janeiro de 2018, 11h55

Reymaster reforça equipe de representantes para expandir atuação em 2018


.

A Reymaster Materiais Elétricos está reforçando sua equipe de representantes para expandir a atuação da empresa em 2018 em diversos estados do país. São eles: São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, além de algumas cidades do noroeste do Paraná.

A distribuidora, que possui sede em Curitiba, Paraná, já atende todo o país, mas durante o ano de 2017 realizou diversas contratações para comercializar ainda mais seus produtos nestas regiões, levando sua marca cada vez mais longe.

"Treinamos todos os representantes, apresentando os principais produtos distribuídos e os seus diferenciais. Mantemos o enfoque em itens de automação, sensores, rotuladores Brother e cabeamento estruturado", conta Luciano Ferreira, gerente comercial da Reymaster.

O último treinamento aconteceu em dezembro e preparou um equipe de cinco representantes de vendas, que vão atuar nos estados de Santa Catarina e São Paulo.

Para Edson Luiz Fischer, diretor de uma empresa de representação em Joinville (SC), há muito mercado a ser explorado na cidade e região. "Em todos os ramos de atividade existe concorrência, mas também mercado pra todos. A Reymaster tem uma característica diferente das outras empresas, porque além dos produtos básicos, ela focou também em alguns técnicos e específicos, além da solução como um todo, e isso poucas empresas possuem", afirma.

Gelson Gil Fischer, coordenador de vendas em São Paulo, está otimista com o ano de 2018. "O mercado de São Paulo é o maior do Brasil e a forma de comercializar é diferente dos outros lugares do país. Justamente por ser grande, avalio que é um mercado carente de um trabalho mais técnico, de especificação. São Paulo sofre muito com falta de segurança, com problemas logísticos e a Reymaster já tem fidelidade de cliente, tem confiança e o reconhecimento deles. A empresa trabalha com valores, ética e segurança. Existe toda uma preocupação com o cliente e queremos levar isso pra lá".  


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114