» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Terça, 09 de janeiro de 2018, 19h15

ANA seleciona consultores para atuar no contexto do 8º Fórum Mundial da Água


Até 19 de janeiro a Agência Nacional de Águas (ANA) receberá currículos de interessados em atuar no contexto do 8º Fórum Mundial da Água, maior evento do mundo sobre recursos hídricos marcado para acontecer em Brasília de 18 a 23 de março. As duas vagas oferecidas são para atuação em Brasília, sendo que uma delas é para profissional de nível superior com formação na área de Administração geral ou pública, Gestão Governamental ou Economia. A outra vaga é para consultor graduado em Direito. Os candidatos terão seus currículos avaliados e está prevista uma fase de entrevista.

O envio dos currículos deve ser feito por meio do e-Protocolo da ANA (http://eprotocolo.ana.gov.br/default.html), que requer um breve cadastro para ser acessado. Na página é preciso clicar em Protocolar Documento e selecionar como assunto o Edital nº 10 ou 11/2017. Também é necessário informar que o tipo de documento é curriculum vitae. Por fim, o interessado em participar do processo seletivo deverá incluir o arquivo digital do currículo e clicar na opção Enviar.

Edital nº 10/2017

Segundo o Edital nº 10/2017, o profissional de Administração, Gestão Governamental ou Economia deverá ter pelo menos dez anos de experiência em órgãos de governo, sendo que experiência em projetos internacionais será considerada como um diferencial. Além disso, o consultor deverá conhecer políticas públicas nacionais e internacionais e possuir pós-graduação em planejamento ou gestão estratégica, gerenciamento de projetos ou áreas afins. Para esta vaga serão pagos até R$ 76.763,12 durante os sete meses de contrato.

Para receber o valor integral o consultor deverá entregar devidamente todos os cinco produtos definidos no Edital. São eles: mapa da governança com estrutura temática das ações a serem realizadas pelo governo para a realização do 8º Fórum Mundial da Água; relatório de acompanhamento das ações de governo para a realização do evento; relatório com levantamento de benefícios a serem realizados pelo governo para a realização do Fórum; relatório de controle das atividades realizadas pelo governo para a realização do encontro internacional; e relatório final consolidado com resultados do Fórum, propondo modelo de documento para divulgação dos benefícios do evento para o governo federal e para o Governo do Distrito Federal.

Entre suas atividades, o consultor deverá acompanhar reuniões de trabalho com o governo e áreas técnicas, além de mapear os atores e organizações envolvidos nas ações preparatórias e atividades do 8º Fórum e respectivos graus de envolvimento atual. Também caberá ao profissional acompanhar as ações de logística e de organização do evento e monitorar a implementação e execução de gestão das ações do Fórum. O contratado deverá, ainda, realizar análise comparativa de custos e benefícios diretos e indiretos, tangíveis e intangíveis, do 8º Fórum Mundial da Água e apresentar possibilidades para ações futuras, buscando a continuidade dos resultados alcançados com o evento.

Edital nº 11/2017

Para o Edital nº 11/2017 serão pagos até R$ 58.126,34 conforme os produtos entregues durante os seis meses de contrato, sendo que os candidatos deverão ter experiência mínima de um ano em serviços no Poder Judiciário e especialização Direito Internacional Público, Direito Ambiental e/ou Direito da Água ou Recursos Hídricos. O consultor deverá apresentar: plano de trabalho, concepção técnica e cronograma de sessões para o Colóquio Preparatório do Subprocesso de Juízes e Promotores (em inglês), relatório sobre os resultados do Colóquio, concepção técnica e cronograma de sessões do Subprocesso de Juízes e Promotores para o 8º Fórum Mundial da Água (em inglês) e relatório final sobre os resultados do subprocesso de Juízes e Promotores.

Entre as atividades previstas no Edital, o consultor deverá participar de reuniões pertinentes ao Subprocesso de Juízes e Promotores e ao Processo Político; prestar suporte ao Subprocesso de Juízes e Promotores nas atividades pertinentes ao 8º Fórum Mundial da Água; realizar visitas técnicas para planejamento logístico dos eventos referentes ao Fórum; concepção da Moot Court, junto ao Subprocesso de Juízes e Promotores, na temática de Direito da Água (em português ou inglês); apresentar planejamentos e relatórios das atividades do Subprocesso para a organização do Fórum; e elaborar relatórios pós-evento.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114