» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Quinta, 11 de janeiro de 2018, 12h02

Ala 10 inicia o Programa de Especialização Operacional 2018


Egressos da Academia da Força Aérea (AFA), 98 Aspirantes a Oficial Aviador se apresentaram na Ala 10, localizada em Natal (RN), no dia 08/01. Durante todo o ano de 2018, os integrantes da Turma Fenrir vão realizar o Programa de Especialização Operacional (PESOP), que irá capacitá-los nas Aviações de Caça, Asas Rotativas, Transporte e Patrulha.

"O Curso de Tática Aérea é o primeiro degrau, o PESOP começa aqui. Esperamos, ao término deste curso, que os senhores demonstrem uma mudança de comportamento, tornando-se Oficiais Aviadores", afirmou o Comandante do Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE), Tenente-Coronel Aviador Paulo Roberto Cursino dos Santos, durante a abertura do Curso de Tática Aérea (CTATAE).

O CTATAE é a primeira fase do PESOP, de caráter teórico. Após essa etapa, os aviadores serão distribuídos entre os três esquadrões aéreos de instrução da Ala 10 para realizarem o Curso de Especialização Operacional e o Estágio Funcional, que é a parte prática do aprendizado.

Ainda na abertura do Curso, o Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, ministrou um briefing inicial aos estagiários do PESOP, quando apresentou o histórico e a estrutura organizacional da Ala 10, além de aspectos gerais da Reestruturação da Força Aérea Brasileira. "Vocês são o futuro, são a Força Aérea dos 100 anos. Em 2042, estarão comandando, colhendo os frutos dessa Reestruturação que está em curso hoje", ressalta o Brigadeiro Medeiros.

A Aspirante Mariana Dutra, de Santa Maria (RS), nova integrante do Esquadrão Rumba (1º/5º GAV), pretende se especializar na Aviação de Transporte. Após quatro anos de AFA, ela tem boas perspectivas para o PESOP e para a carreira que está iniciando. "A gente sonhou muito tempo em chegar aqui, então, é uma expectativa boa. A gente não vê a hora de começar a voar logo e aprender tudo da aviação escolhida", revelou a Aspirante, que deseja contribuir para a integração do País, realizando missões de caráter humanitário. "Eu tenho muito interesse em fazer missões humanitárias, que é algo muito gratificante que a Aviação de Transporte proporciona", finaliza.

Curso de Tática Aérea

O CTATAE tem como objetivo fornecer os conhecimentos teóricos necessários aos primeiros anos de carreira dos Tenentes e Capitães Aviadores. Com duração de três meses, o curso foi readequado à nova organização do Comando da Aeronáutica (COMAER), fruto da Reestruturação da FAB. "Neste ano, conseguimos consolidar uma série de documentos administrativos e operacionais sobre a estrutura organizacional dos esquadrões aéreos e das Alas, que é uma parte importante do Curso de Tática. Com relação às atividades complementares, tudo o que é mais voltado para a atividade fim teve um aumento proporcional de carga horária", explica o Tenente-Coronel Cursino.

Segundo o oficial, a ideia é transformar o GITE em uma Escola do século XXI, aproveitando a capacitação do seu próprio corpo pedagógico. "A gente fez um trabalho maior, não só com aula expositiva, mas mesclando atividades como discussão dirigida e palestras, tornando o curso mais dinâmico, mais interativo e moderno. E isso vai ao encontro do que a Diretoria de Ensino nos pediu, que foi implementar o Programa de Modernização do Ensino na Aeronáutica", afirma o comandante do GITE.

PESOP 2018

O Programa de Especialização Operacional tem como objetivo formar os pilotos de combate da FAB. Os oficiais formados pela Academia da Força Aérea passam um ano na Ala 10, preparando-se para integrar as unidades operacionais da Força Aérea.

Neste ano, a Turma Fenrir, egressa da AFA, é composta por 98 Aspirantes a Oficial Aviador, dos quais oito pretendem se especializar na Aviação de Patrulha, 45 se preparam para atuar na Aviação de Transporte, 20 na Aviação de Asas Rotativas e 25 na Aviação de Caça.

O PESOP é coordenado pela Ala 10 e realizado pelo Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE) e por três esquadrões aéreos de instrução: Esquadrão Joker (2º/5º GAV), que prepara os pilotos da Aviação de Caça; Esquadrão Rumba (1º/5º GAV), que capacita os pilotos de Transporte e Patrulha; e o Esquadrão Gavião (1º/11º GAV), responsável pela formação dos pilotos de Asas Rotativas.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114