» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Segunda, 12 de fevereiro de 2018, 18h39

Comlurb recolhe mais de 200 toneladas de lixo nas ruas do Rio


A Companhia de Limpeza Urbana do Rio (Comlurb) recolheu até momento 216 toneladas de detritos jogados por foliões nas ruas no desfile de blocos e escolas de samba. Somente neste domingo (11) de Carnaval foram retiradas 158 toneladas de resíduos em toda a cidade.

Na primeira noite de desfile do Grupo Especial no Sambódromo, a Comlurb recolheu 58,5 toneladas de resíduos nas limpezas noturna e diurna da parte interna do local, sendo 4,8 t de recicláveis, que foram entregues às cooperativas parceiras. O Terreirão do Samba e o entorno do Sambódromo geraram 12 toneladas.

Dos blocos de rua que saíram ontem, foram retiradas 61 toneladas de lixo. Só do bloco Simpatia é Quase Amor foram colhidas 25,7 toneladas, e das áreas onde ocorreram bailes e coretos saíram 21,5 t de resíduos. Na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, onde desfilaram as escolas dos Grupos de Acesso D, foram removidas 5 toneladas de resíduos.

Cerca de 2 mil garis atuaram na limpeza dos blocos, bailes de rua, Sambódromo, Terreirão do Samba, entorno e Intendente Magalhães.

O programa Lixo Zero multou 118 foliões, sendo 107 por urinar nas ruas e 11 por descarte irregular de pequenos resíduos.

No total, de sexta (9) a domingo (11) foram multadas 417 pessoas. Os agentes do Lixo Zero estão atuando nos blocos, nas ruas dos desfiles e no entorno. O folião pego em flagrante urinando em via pública é multado no valor de R$ 563,30, conforme o novo Artigo 103-A da Lei de Limpeza Urbana. Para descarte irregular de pequenos resíduos na rua, o valor da multa é de R$ 205,60.

De acordo com o protocolo da prefeitura do Rio, blocos de grande porte que estão desfilando hoje (12), como o Sargento Pimenta, no Aterro do Flamengo; o Bloco Virtual, no Leme; o Afroreggae, no Centro, podem ter até 260 garis distribuídos em três turnos, 600 contêineres e 17 veículos e equipamentos. Outros blocos desfilam hoje concentrando também raúnem grande número de foliões, como a Banda do Riviera, na Barra da Tijuca, o Bloco de Segunda, em Humaitá.

 ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114