Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Segunda, 14 de maio de 2018, 18h36

Brasileiros se capacitam com especialistas dos Estados Unidos em monitoramento de rios e chuvas


De 14 a 18 de maio, em Brasília, acontece a Capacitação para a Rede Hidrometeorológica Nacional: Introdução à Hidrometria. O evento é realizado na Sala de Capacitação na sede da Agência Nacional de Águas (ANA). O objetivo do curso é permitir que representantes do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês) transfiram conhecimentos sobre hidrometria a profissionais responsáveis pela implementação e manutenção da Rede Hidrometeorológica Nacional de Referência (RHNR).

Durante a programação do evento serão abordados aspectos, como instalação, operação e manutenção de estações de monitoramento hidrometeorológico. Está prevista a participação de especialistas da própria ANA e representantes de instituições de diversos estados, como: Goiás, Maranhão, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Um dos palestrantes do curso é Christopher Smith, que atua como geólogo do USGS no Centro de Ciências Costeiras e Marinhas de São Petersburgo. O outro profissional do Serviço Geológico dos Estados Unidos que conduz a capacitação é William Hazell, que trabalha no Centro de Ciências da Água do Atlântico Sul.

Este curso faz parte da contratação do USGS para capacitação técnica de profissionais brasileiros que atuem no planejamento e operação da Rede Hidrometeorológica Nacional, conforme o Memorando de Entendimento BR-20.0000 vigente até 2025. Esta cooperação – assinada por ANA, Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e USGS – prevê intercâmbios de informação técnica, treinamentos e pesquisas.

Além da área de recursos hídricos, a parceria engloba outros temas, como: variabilidade climática e mudanças no uso da terra; ecossistemas; e perigos naturais, avaliações de riscos e resiliência.

Rede Hidrometeorológica Nacional

A Rede Hidrometeorológica Nacional da Agência possui mais de 4,5 mil estações de monitoramento, de diferentes tipos, em todo o País. Há estações fluviométricas (para nível e vazão de rios), pluviométricas (chuvas), sedimentométricas (sedimentos), de qualidade da água, entre outras.  


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114