» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Quinta, 20 de setembro de 2018, 09h57

8 em cada 10 brasileiros dizem que notícias falsas tem poder para impactar resultado das eleições


Nova pesquisa divulgada nesta semana revela que 80,57% dos brasileiros concordam que a as notícias falsas nas redes sociais podem impactar os resultados das eleições. Ao mesmo tempo, diz o estudo, produzido pela Avast, 75% dos entrevistados não têm confiança de que as notícias que circulam nas redes sociais sejam verdadeiras, enquanto 21,40% não acreditam no que dizem as publicações nessas mídias online interativas. Apenas 3,55% dos que participaram do levantamento afirmaram crer que as notícias nas redes sociais possam ser reais.

As redes sociais são, conforme o levantamento, acessadas por 19,51% dos entrevistados para a busca de informações sobre políticos e a eleição deste ano, atrás das mídias online (24%) e da TV (22,38%), informou o site TI Inside. Mesmo recorrendo a mídias como Facebook, ao lerem sobre as eleições nessas plataformas, 61,22% dos brasileiros confessaram buscar por fontes adicionais para certificá-las, enquanto 33,27% apenas fazem essa validação em diferentes websites ou outras fontes algumas vezes.

Cerca de 96% dos entrevistados identificaram notícias falsas em suas redes sociais. Metade (50,24%) dos participantes da pesquisa considera que os comentários, de outras pessoas nas redes sociais, não influenciam seu voto. No entanto, três em cada dez brasileiros (30,30%), concordaram que talvez esses relatos pessoais possam exercer tal influência.

Ao mesmo tempo, 47,78% disseram não fazer uso de plataformas como o Twitter, Facebook e WhatsApp como fontes confiáveis de notícias durante o processo eleitoral. Já para 39,24% dos entrevistados algumas plataformas sociais podem ser confiáveis para assuntos políticos, enquanto apenas 12,97% confiam nesse tipo de fonte. Oito em cada dez entrevistados (85,81%) concordam que as redes sociais devem ser responsáveis por remover as notícias, quando se tornam falsas.

Os resultados foram compilados a partir de dois levantamentos diferentes com pessoas do Brasil conduzidos pela Avast em julho de 2018. Um deles reuniu 1.280 entrevistados, enquanto 1 mil brasileiros participaram do outro.

ANJ


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114