» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Segunda, 01 de outubro de 2018, 18h55

Idec compara propostas dos presidenciáveis com pautas dos consumidores


O Idec, ONG de Defesa do Consumidor, analisou os programas de governo dos 13 candidatos à Presidência da República para saber como cada campanha aborda as 10 pautas selecionadas para compor as propostas da Plataforma dos Consumidores [1]. Na ferramenta, os eleitores podem pressionar candidatos a atender as necessidades dos consumidores e acompanhar o nível de aderência de cada um dos presidenciáveis. O único candidato que até o momento que se comprometeu com todas as
demandas, assinando a proposta na íntegra, foi Guilherme Boulos (PSOL).

Além de Boulos, que tem 100% de compromisso, o ranking traz a aderência dos programas de governo de todos os presidenciáveis. Na sequência do candidato do PSOL, ficou Fernando Haddad, que atende a 59,3% das propostas. Na terceira colocação aparece Marina Silva, da Rede, com 29,1%, seguida de Geraldo Alckmin, do PSDB, com 28,3% de aderência.

Veja o resultado completo da análise:

A seleção dos temas da plataforma foi feita com base nas principais lutas do Idec, que há mais de 30 anos atua na defesa do consumidor, e comparada com os programas de todos os presidenciáveis. Os programas de governo são documentos públicos e oficiais, que todos os candidatos à Presidência e governador são obrigados a apresentar para a Justiça Eleitoral, e devem trazer as prioridades dos postulantes aos cargos.

Para chegar aos percentuais da tabela, o Idec analisou as propostas dos candidatos e avaliou a aderência do programa de governo com cada umas das 10 pautas dos consumidores. A nota geral é a média de aderência a cada umas dessas 10 pautas, que possuem o mesmo peso para a composição do número final.

Desde o lançamento da plataforma, no dia 30 de agosto, o Idec entrou em contato com as campanhas de todos os candidatos para divulgar as propostas e abrir a possibilidade de apoio a cada um dos temas, mesmo que os programas de governo não os abordassem.

Nesta segunda-feira (1), a equipe de campanha do candidato Ciro Gomes (PDT) compareceu a sede do Idec, em São Paulo, para discutir as propostas da Plataforma. A adesão aos temas estará aberta até o dia 5 de outubro, e qualquer um dos candidatos pode aderir e mudar o placar.

Além dos presidenciáveis, a Plataforma também pode ser apoiada por candidatos a outros cargos, como governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais e distritais. Para essas funções, há apenas a possibilidade de adesão a todos os itens da pauta, o que já foi feito por mais de 50 candidatos.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114