» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Sexta, 05 de outubro de 2018, 00h31

Aeroportos receberão reforços e postos de justificativa nas eleições


A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) anunciou, hoje (4), que, durante o período eleitoral, vai reforçar o monitoramento nos 55 aeroportos que administra em todo o país.

Além disso, os eleitores que estiverem viajando no próximo domingo (7) poderão justificar a ausência nos postos de justificativa que serão montados pelos Tribunais Regionais Eleitorais em alguns dos aeroportos administrados pela Infraero.

Segundo a empresa estatal, o reforço do monitoramento pelos próximos dias tem o objetivo de garantir conforto e fluidez aos usuários do transporte aéreo e será feito durante os horários de maior fluxo de passageiros e de voos.

Funcionários identificados por um colete amarelo com a frase “Posso Ajudar/May I Help You?” ficarão de prontidão nos saguões e áreas públicas para tirar dúvidas sobre horários de voos, portões de embarque e fazer outros esclarecimentos. Nos balcões de informações da Infraero, as equipes também estão preparadas para orientar os viajantes.

Os postos de justificativa eleitoral já confirmados pela Justiça Eleitoral serão montados nos aeroportos Santa Genoveva, em Goiânia; Eurico de Aguiar Salles, em Vitória; Val-de-Cans, em Belém; Marechal Rondon, em Cuiabá; Senador Petrônio Portella, em Teresina; Zumbi dos Palmares, em Maceió; César Bombonato, em Uberlândia e Santa Maria, em Aracaju. A relação pode sofrer alterações conforme decisão dos tribunais regionais eleitorais.

Dois aeroportos administrados pela concessionária Inframérica, o Presidente Juscelino Kubitscheck, em Brasília, e o de Natal também vão contar com postos de justificativa montados pelos tribunais regionais eleitorais para atender aos eleitores que precisarem justificar a ausência em seus locais de votação, das 8h às 17h.

A Inframérica prevê um fim de semana de operação e fluxo de passageiros normais. Mesma expectativa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que não montou nenhum esquema especial para as vésperas do primeiro turno, embora garanta que os terminais estarão sendo monitorados e, se necessário, equipes serão rapidamente deslocadas para cobrir eventuais problemas.

ABr


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114