» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Sábado, 06 de outubro de 2018, 15h14

Iluminação rosa na sede da CNM alerta para prevenção e tratamento do câncer de mama


.

A sede do movimento municipalista brasileiro está de rosa. Como manda a tradição, e com a responsabilidade de chamar atenção dos agentes públicos e da população de todo o país para a causa, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) abraça a campanha Outubro Rosa. O mês é celebrado por órgãos federais, estaduais e municipais, pelo terceiro setor e por empresas privadas para alertar sobre a prevenção do câncer de mama.

Localizado em Brasília, na 601 Norte – Módulo N, a cinco quilômetros da Praça dos Três Poderes, o prédio, que tem uma área construída de 10 mil m², passará o mês iluminado com a cor que representa o público alvo da campanha, as mulheres. Mas vale ressalvar que o sexo feminino não é o único que sofre com o mal, que também acomete os homens – ainda que em número reduzido.

A ideia é que as centenas de pessoas que passam pela sede da Confederação mensalmente, incluindo prefeitos, secretários, vereadores, parlamentares, chefes do Executivo federal e os próprios funcionários, reflitam sobre as medidas que têm tomado, no âmbito pessoal e profissional, para prevenir e contornar a doença.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca)/Ministério da Saúde (MS), serão 59.700 casos novos de câncer de mama para cada ano do biênio 2018-2019 no Brasil. Ou seja, há risco de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das Regiões Sul (73,07/100 mil), Sudeste (69,50/100 mil), Centro-Oeste (51,96/100 mil) e Nordeste (40,36/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19,21/100 mil).

Em razão dos números alarmantes e da proximidade com o Novembro Azul, que alerta para o câncer de próstata e é celebrado no mês seguinte, a CNM vai lançar campanha conjunta no final de outubro para abranger os dois males.

CNM


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114