» mais
Comentar           Imprimir
Nacional
Sexta, 01 de março de 2019, 17h47

Mais de 100 fiscais cuidam da vigilância sanitária no carnaval do Rio


A Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonose (Subvisa) da prefeitura do Rio colocará em ação 115 fiscais nos principais pontos de concentração dos foliões nos dias de folia.

Os técnicos da Subvisa vinham atuando na fiscalização sanitária junto aos blocos pré-carnavalescos que desfilaram pela cidade: inspecionaram cerca de 800 estabelecimentos comerciais, interditando nove e descartando quase uma tonelada (900 quilos) de alimentos fora dos padrões sanitários impróprios para o consumo.

Nesses úlimos dias foram capacitados quase mil profissionais, entre garçons, chefs de cozinha, massagistas e até tatuadores que vão trabalhar no Sambódromo, Terreirão do Samba e entorno. Está sendo montado um estande na Marquês de Sapucaí para orientações e atendimento aos foliões em tempo real.

Iniciada há mais de um mês com vistorias em eventos pré-carnavalescos (como o festival de verão do Spanta, na Marina da Glória), a operação do órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde vem atuando em todos os dias de folia na Passarela do Samba e arredores.

Na tarde desta sexta-feira (1º), por exemplo, técnicos da Vigilância Sanitária vão conferir a estrutura de assistência à saúde no desfile da Banda do Lido. O mesmo trabalho será feito no Cordão do Bola Preta, que sai amanhã (2), pelas ruas do Centro; no Bloco das Poderosas, Bangalafumenga, Sargento Pimenta e Monobloco.

Sapucaí e entorno
Na área do Terreirão do Samba e o Sambódromo, incluindo o entorno e a Avenida Presidente Vargas, a Vigilância atuará com 60 técnicos já nesta sexta-feira (1º), desenvolvendo ações de fiscalização voltadas para os ambulantes previamente credenciados para atuarem no local.

Outros 55 fiscais farão ações direcionadas para os blocos de rua autorizados, pontos oficiais de folia e clubes com bailes. Nestes locais, as equipes vão fiscalizar as áreas de produção, manipulação, consumo e venda de alimentos e bebidas em food trucks, além de cozinhas de bares e restaurantes, incluindo os da Praça de Alimentação e alimentação nos camarotes.

Para as ações no Sambódromo, Terreirão do Samba, Avenida Presidente Vargas e entorno, a Vigilância terá uma base operacional no Setor 11, e um estande no Setor 7 para a interação com o público, atendendo, em tempo real, demandas presenciais e as recebidas pela Central 1746.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114